Cinema

“West Side Story”: o primeiro musical de Spielberg está a ser super elogiado

Estreia nos cinemas esta quarta-feira, 8 de dezembro. É uma nova adaptação do espetáculo da Broadway.
O filme chega aos cinemas esta quarta-feira.

Não é segredo nenhum que “West Side Story” é um dos musicais mais aclamados de sempre. Daí que, em 1961, Robert Wise e Jerome Robbins tenham adaptado o espetáculo da Broadway ao cinema — num filme bem concretizado que venceu uns impressionantes dez Óscares.

Aos 74 anos, e com uma carreira lendária na história do cinema, Steven Spielberg decidiu fazer o seu primeiro musical. Por isso — nesta era recheada de remakes e spinoffs — escolheu dirigir uma nova versão de “West Side Story”, recorrendo à evolução da tecnologia e a um elenco mais diversificado.

O musical conta uma história de amor passada no meio de uma guerra entre gangues na Nova Iorque dos anos 50. De um lado estão os brancos Jets, do outro os latinos Sharks, dois grupos de jovens delinquentes que disputam o controlo do território do Upper West Side.

A narrativa é inspirada em “Romeu e Julieta”, de William Shakespeare, e centra-se no romance entre Tony e Maria. Tony (Ansel Elgort) faz parte dos Jets e é o braço direito do líder Riff (Mike Faist), embora tenha vontade de deixar aquela vida de brutalidade. Maria (Rachel Zegler) é irmã do líder dos Sharks, Bernardo (David Alvarez). O amor de ambos proibido está no centro do enredo.

“Acho que queria realizar um musical porque sabia que não conseguia cantar nem dançar”, justificou Steven Spielberg à “BBC”. “É uma forma tremenda de me atirar a um género de que, fisicamente, nunca faria parte. Tenho um bom ouvido para a música uma vez que a minha mãe era pianista, mas não consigo mover as pernas nem dançar.”

O cineasta americano acrescenta ainda que a primeira coisa que fez questão de ter no filme foram atores latinos a interpretar as personagens dos Sharks — ao contrário do que aconteceu na primeira adaptação cinematográfica.

“Queríamos que este filme acertasse — no sentido em que queríamos que cada pessoa que interpreta um porto-riquenho fosse da comunidade latina. Isso foi obrigatório desde o início.”

O guião do filme foi escrito por Tony Kushner, a música composta por Leonard Bernstein e as letras das canções foram criadas por Stephen Sondheim, que morreu recentemente, a 26 de novembro, aos 91 anos.

A crítica especializada internacional tem elogiado bastante a versão de Spielberg de “West Side Story”. Em geral, tem sido descrito como um filme bonito e grandioso, que ao mesmo tempo consegue incorporar alguma daquela dureza dos gangues de rua. 

“‘West Side Story’ é o melhor filme do Spielberg em 20 anos. É um novo marco na carreira de um dos nossos maiores realizadores vivos”, escreveu o “The Telegraph”. “É como uma miragem. Não vão acreditar até o verem — e mesmo aí talvez não”, acrescentou a revista “Time”.

O elenco inclui ainda nomes como Brian d’Arcy James, Ariana DeBose, Rita Moreno, Corey Stoll, Josh Andrés Rivera ou David Aviles Morales, entre outros.

Carregue na galeria para conhecer novas séries (e temporadas) para ver em casa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT