Cinema

“When Harry Met Sally” regressa ao cinema (mesmo a tempo do Dia dos Namorados)

O fenómeno de culto protagonizado por Billy Crystal e Meg Ryan venceu um Óscar (algo muito raro para comédias românticas).
O fenómeno está de volta.

Regra geral, as comédias românticas não costumam ganhar prémios, especialmente Óscares. Existem, porém, algumas exceções. “When Harry Met Sally” é uma delas.Em 1990 recebeu a estatueta de Melhor Guião Original.

O filme, realizado por Rob Reiner e que se tornou um fenómeno de culto, regressa ao grande ecrã a 11 de fevereiro (domingo), graças ao novo ciclo da Cinepop, organizado por Tiago P. Carvalho. “Apesar de estarmos próximo do Dia de São Valentim, não é necessário estar comprometido para assistir no nosso cinema vintage, à comédia romântica mais icónica de sempre, que foi também galardoada com os: Globos de Ouro de Melhor Atriz, Melhor Ator. Melhor Filme e Melhor Realizador”, explica.

“Em 1977, os licenciados Harry Burns (Billy Crystal) e Sally Albright (Meg Ryan) partilham uma viagem de carro de Chicago para Nova Iorque. Durante o caminho discutem se homens e mulheres podem realmente ser apenas amigos. Dez anos depois, Harry e Sally encontram-se novamente numa livraria, na companhia dos seus melhores amigos: Jess (Bruno Kirby) e Marie (Carrie Fisher). Tentam manter uma amizade sem o sexo ser um problema entre ambos”, lê-se na sinopse.

A obra de Rob Reiner (baseda na sua própria relação com Nora Ephron, a argumentista) conta com uma avaliação de 91 por cento no Rotten Tomatoes, com base em 79 críticas. Já o público dá-lhe uma avaliação média de 89 por cento, tendo em conta mais de 250 mil pontuações.

O filme vai ser apresentado pelas 16 horas no Fórum Lisboa, na Avenida de Roma. Os ingressos, que custam 5€, podem ser adquiridos na bilheteira. Leia o artigo da NiT e descubra que outras produções que vai poder ver ali durante as próximas semanas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT