Cinema

Woody Allen anuncia o fim da carreira no cinema

O icónico realizador revelou que “Wasp 22” será o seu último filme, mas promete um regresso com um livro da sua autoria.
Será o 50.º filme do realizador

Aos 86 anos, o icónico (e polémico) cineasta Woody Allen chega finalmente à idade da reforma. O anúncio foi feito em entrevista ao jornal espanhol “La Vanguardia”, publicada este sábado, 17 de setembro.

Allen prepara-se para dar início às filmagens de “Wasp 22”, que terão lugar em território europeu. Segundo o próprio, esse será mesmo o seu último filme. “A minha ideia, em princípio, é não fazer mais filmes e focar-me na escrita”, explicou.

Esta não é a primeira vez que o realizador norte-americano alude ao final da carreira. Em junho, numa conversa com Alec Baldwin, Allen explicou que tinha apenas planos para realizar “mais um ou dois filmes” — e culpa a ascensão das plataformas de streaming e o declínio da experiência da ida ao cinema. “A excitação desvaneceu-se.” Allen também já conta com 86 anos.

Pouco se sabe sobre o seu derradeiro filme. Sem qualquer sinopse ou indicação de elenco, sabe-se apenas que o drama será filmado no outono, em Paris. Será o seu 50.º filme, numa carreira que conta com 16 nomeações para os Óscares, de onde saíram quatro conquistas.

Nos últimos anos, Allen viu a sua carreira e nome manchados por alegações de abusos sexuais. O realizador negou sempre qualquer crime e nunca chegou a ser condenado em tribunal. Isso não impediu que muitas portas se fechassem em Hollywood.

O alegado caso de abusos motivou um controverso documentário da HBO, onde são explorados os testemunhos da filha Dylan Farrow. Recorde a crítica da NiT.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT