Cinema

Zoë Kravitz criticou Will Smith — e foi arrasada por causa da relação com o filho, Jaden

Desta vez, a Catwoman foi o alvo das críticas por ter “seduzido” o filho do ator, quando este ainda era menor.

O choque entre Will Smith e Chris Rock continua a marcar a atualidade desde que a mão do primeiro chocou com a cara do segundo no palco da gala anual dos Óscares. A agressão criou uma espécie de guerra civil entre os que acham que Smith foi um herói por sair em defesa da mulher e os que consideram a agressão completamente inaceitável.

Curiosamente, foi o próprio Will Smith quem, num pedido de desculpas público, caracterizou o seu comportamento como “inaceitável e indesculpável”. Um pedido de desculpas que, segundo informações recentes dadas pelo irmão de Chris Rock, não terá chegado ao humorista em privado.

Na órbita dos dois protagonistas gravita todo um universo de celebridades que sentiram que tinham algo a dizer sobre o caso. Uma delas foi Zoë Kravitz, a filha de Lenny Kravitz e Lisa Bonet e estrela do mais recente “The Batman”, no papel de Catwoman.

A atriz e modelo aproveitou a partilha de uma fotografia sua na passadeira vermelha para deixar uma óbvia indireta a Will Smith. “Aqui está uma foto do meu vestido na gala de prémios onde, aparentemente, se agridem pessoas em palco.”

Voltou a fazê-lo horas depois, com novo comentário e nova foto, desta vez da after party: “E aqui está uma foto do meu vestido na festa que se seguiu à gala de prémios onde agora, aparentemente, se gritam insultos e se agridem pessoas em palco.”

A atriz de 33 anos decidiu ser mais direta nos comentários dos fãs. Questionada sobre se não apoiava a defesa que Will Smith fez de Jada, perante a piada de Rock sobre a sua alopecia, Zoë respondeu simplesmente “não”.

Numa reviravolta inesperada, as redes sociais viraram-se contra Kravitz. Tudo por causa de uma trama que envolve o filho de Will Smith, Jaden, amigo íntimo da atriz. eEm 2013 ressurgiram declarações suas à “V Magazine”, entrevista na qual parecia confessar alguma atração pelo jovem, então com 14 anos. Zoë tinha 24.

“Houve momentos em que estava com ele e pensava: ‘Nem acredito que tens 14 anos, tenho que ter cuidado com o que te digo’”, explicou. “Ele tem tanta personalidade, tanto estilo, é muito mais cool do que eu. E é tão bonito. Dizia-lhe sempre: ‘Quando fores mais velho, tu sabes, vamos sair…. Não, isso agora não é apropriado, tens 14 anos.”

As críticas foram reforçadas com um vídeo gravado dois anos depois, durante uma entrevista num evento público, onde Kravitz chama Jaden e refere que é o seu acompanhante. “O amor da minha vida”, nota sobre o filho de Will Smith, na altura com 16 anos.

A vaga de críticas não se ficou por aqui. Zoë foi também criticada por manter ligações muito próprias ao estilista Alexander Wang, que foi acusado de assédio e agressão sexual por várias pessoas. Comportamentos que viria a lamentar, embora nunca tivesse sido condenado em tribunal.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT