Televisão

É oficial: Netflix confirma segunda temporada de “Rabo de Peixe”

A história do tráfico de droga nos Açores vai ter mais episódios. O próximo capítulo promete ser "emocionante e surpreendente".
O gangue está de volta.

“A travessia ainda não acabou”, anunciou a conta oficial da Netflix nas redes sociais. “O fave português de todos nós vai regressar para a segunda temporada”, refere também. A série, uma produção nacional original para a Netflix, tem sido um caso de sucesso na plataforma. Em duas semanas, “Rabo de Peixe” somou quase de 20 milhões de horas de visualizações por todo o mundo, o que a fez entrar no lote das dez séries mais vistas de língua não inglesa.

Segundo o FlixPatrol, base de dados que mede os rankings globais dos conteúdos de streaming em várias plataformas, a série ainda é a mais vista em Portugal desde estreou a 26 de maio. Nos primeiros dias após o lançamento chegou a estar no topo das preferências de países como Espanha, Brasil, Itália e Argentina.

Ainda não foram adiantados pormenores da segunda temporada, mas é esperado que José Condessa retome o papel principal de Eduardo. É o que Augusto Fraga, criador e realizador da série, sugere. “A história do Eduardo não podia terminar assim. Por todas as pessoas que se emocionaram, riram e sofreram com aquele grupo de amigos de Rabo de Peixe, prometemos uma segunda temporada emocionante e surpreendente. Sinto-me muito orgulhoso pelo carinho que recebemos, nos Açores, no resto do país e muito além das nossas fronteiras. Uma vez mais, o talento português vai encher os ecrãs da Netflix em todo o mundo”, afirma, citado em nota de imprensa.

Hugo Gonçalves, um dos argumentistas da série, já tinha dito à NiT que acreditava ser “possível fazer uma segunda temporada”. “Pensámos sempre na melhor forma de fechar a história, nunca no que poderia vir a acontecer. Se depois coincidir com a possibilidade de um segunda temporada, melhor ainda”, afirmou. Também a tatuadora Vanessa Bornemann, que faz uma aparição breve num episódio, indicou que poderia regressar a “Rabo de Peixe”.

A narrativa da mais recente série integralmente nacional a ser produzida para a Netflix baseia-se num acontecimento verídico — um veleiro repleto de cocaína que naufragou junto à localidade de Rabo de Peixe, na ilha de São Miguel, em 2001. Com Augusto Fraga ao leme, a primeira temporada contou com Helena Caldeira, Rodrigo Tomás, André Leitão, Kelly Bailey, Maria João Bastos, Pepê Rapazote, Albano Jerónimo, Afonso Pimentel e Salvador Martinha, entre outros.

Leia a crítica da NiT sobre a primeira temporada de “Rabo de Peixe” e aproveite para conhecer a crónica do humorista Miguel Lambertini.

“Rabo de Peixe” inclui ainda talento local no elenco. Leia as entrevistas da NiT a Romeu Bairos, que encarna o famoso rapper açoreano Sandro G. e que também participou na banda sonora, e a David Medeiros, que confessa ter precisado de disfarçar o sotaque açoriano. E fique também a par da história do Monte Palace, o hotel abandonado que se eleva sobre a Lagoa das Sete Cidades e que figura na série.

Carregue na galeria para ficar a conhecer as novas séries que chegam à televisão em junho.

Áudio deste artigo

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT