Televisão

Ivo Lucas: “Aprendi que nunca se deixa nada por dizer. Nunca.”

Cantor revelou no programa "Alta Definição" da SIC que às vezes sente que seria mais fácil desistir, mas nunca irá acontecer.
Ator deu entrevista à SIC.

Ivo Lucas é o mais recente convidado de Daniel Oliveira no seu programa “Alta Definição”. A entrevista aconteceu este sábado, dia 26, e o ator abordou a carreira, a família e, claro, Sara Carreira. Ivo revelou que a sua participação na novela “Amor Amor” e no programa “A Máscara” lhe deram ânimo para continuar e um propósito para sair de casa todos os dias. 

O músico e ator, venceu no passado fim de semana a terceira edição de “A Máscara”. No final, depois de interpretar “My Heart Will Go On”, visivelmente emocionado, fez uma grande homenagem a Sara Carreira. Desde o acidente que vitimou a jovem cantora, em dezembro de 2020, que Ivo Lucas tem mantido uma vida muito discreta, embora tenha continuado a trabalhar. Não deu entrevistas e afastou-se das redes sociais, daí a relevância desta participação em “Alta Definição”.

No programa, o cantor revelou que durante os primeiros meses não deixou que a mãe o visse “naquele estado” — quem estava sempre presente era o progenitor. “O meu pai viu-me no pior estado possível e à minha frente nunca quebrava. Sempre teve a força que eu não tinha. Soube há pouco tempo que quando saía de ao pé de mim quebrava. O meu pai é o meu herói”, revelou, acrescentando que nunca esteve sozinho durante todo o processo de luto e que durante vários meses os pais dormiram no sofá apenas para estar junto dele.

Sobre o acidente, afirmou que não queria falar. “Algum dia vais falar sobre esse dia?”, perguntou Daniel Oliveira. “Não”, respondeu Ivo. 

O cantor revelou que pediu “desculpa a toda a gente a quem tinha de pedir”. Aprendeu ainda a valorizar os amigos e a família e a dizer tudo aquilo que sente e pensa — antes que seja tarde demais. “É um processo de aprendizagem, cada dia é um dia novo, mas é uma aprendizagem que estou disposto a fazer. Aprendi a valorizar o que está à minha volta e as relações pessoais que têm mais valor. O que quero dizer digo, o que quero fazer faço, e tento não me privar de nada”, afirmou.

“O que é que acontece depois de acontecer o pior?”, indagou Daniel Oliveira. “Há um vazio gigante e sentes-te perdido.”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT