Livros

“A Anomalia”: o novo livro sensação que chegou finalmente a Portugal

Foi escrito por Hervé Le Tellier e tornou-se um fenómeno de popularidade. A obra cruza vários géneros e foi distinguida com o Goncourt.
Hervé Le Tellier tem 64 anos.

Quando “A Anomalia” foi publicado em França, em agosto de 2020, num período entre dois confinamentos — em que as livrarias tinham estado fechadas —, não havia grandes esperanças para a nova obra de Hervé Le Tellier, um autor consagrado e experiente, mas de nicho.

A primeira edição não chegou às 13 mil cópias. Mas também não durou muito tempo nas livrarias. Rapidamente se percebeu que ia ser preciso fabricar edição após edição — neste momento, deve estar a atingir a marca de um milhão de vendas em todo o mundo.

“A Anomalia” chegou finalmente a Portugal durante o passado mês de maio. A versão portuguesa é uma edição da Editorial Presença, tem 280 páginas e está à venda online e nas livrarias por um preço recomendado de 15,90€.

É caso para dizer que o livro chegou mesmo a tempo. A história passa-se em junho de 2021, quando um acontecimento estranhíssimo altera a vida de centenas de pessoas — todas têm em comum o facto de terem sido passageiras num voo entre Nova Iorque, nos EUA, e Paris, a capital francesa.

A narrativa é contada da perspetiva de várias personagens, todas elas muito diferentes. Por exemplo, Blake é um pai de família — e assassino contratado. Slimboy é uma estrela pop cansada de viver uma mentira. Joanna é uma advogada de topo que foi apanhada nos seus erros. E Victor Miesel é um ghostwriter transformado em autor de culto.

O livro chegou a Portugal em maio.

Todos sabem que têm uma vida secreta. Mas, como a sinopse do projeto antevê, “nenhum deles imagina a que ponto isso pode ser verdade”.

O livro tem sido muito elogiado por cruzar uma série de géneros e tons literários. É, em simultâneo, um thriller “page-turner” — um formato muito popular dos últimos anos — e um romance literário. Há aqui fantasia, alguma ficção científica e ao mesmo tempo abordagens às grandes questões da vida.

A crítica literária tem descrito “A Anomalia” como uma obra original, inteligente, inventiva, ambiciosa, cativante e divertida. Muitos dizem também que poderia funcionar como série de televisão, tendo em conta o ritmo de suspense que embrulha esta narrativa complexa e rica.

O livro venceu um dos mais prestigiados e importantes prémios literários em França, o Goncourt, na edição do ano passado. O que causou alguma surpresa, tendo em conta que muitos intervenientes do meio literário olhavam para “A Anomalia” como um thriller popular e não como um romance mais intelectual.

Hervé Le Tellier, que tem 64 anos, formou-se como matemático e durante muitos anos foi jornalista de ciência. No meio literário, explorou várias áreas. Escreveu poesia, contos, histórias eróticas ou peças de teatro, além de ser linguista. É ainda o líder da sociedade literária experimental Oulipo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT