Livros

Livraria Lello agora tem uma sala dedicada a José Saramago

Além disso, o espaço portuense tem uma instalação artística feita em parceria com a prestigiada revista “Time”.
E há uma instalação da revista "Time".

A Livraria Lello, no Porto, continua a sua missão de se reinventar com a inauguração esta terça-feira, 1 de junho, de uma sala dedicada a José Saramago. Trata-se de uma parceria com a fundação que tem o nome do escritor português.

Por lá, vai poder encontrar primeiras edições do único autor nacional a ter sido distinguido com o Prémio Nobel da Literatura; livros traduzidos em várias línguas; e objetos pessoais, escolhidos pela sua mulher, Pilar del Río, que lidera a fundação.

Para assinalar a abertura desta nova sala, existe ainda uma parceria com a Porto Editora para fazer novas edições de algumas das suas obras mais icónicas — “Memorial do Convento”, “O Evangelho segundo Jesus Cristo”, “Ensaio sobre a Cegueira” e “As Intermitências da Morte”. Contam todos com ilustrações de João Maio Pinto.

Contudo, a Livraria Lello tem mais novidades. Para celebrar os Nobel da Literatura, foi também inaugurada uma instalação artística feita em parceria com a prestigiada revista americana “Time”. “Partindo de um estudo de opinião realizado junto dos leitores e das diversas listas já divulgadas pela crítica literária, a Livraria Lello destaca 143 autores, de todos os géneros, nacionalidades e épocas: 22 autores que receberam o Prémio Nobel da Literatura, 100 que poderiam ter recebido e 21 eternos candidatos”, diz o comunicado da livraria portuense.

A instalação de 12 painéis foi criada pelo diretor criativo da “Time”, D. W. Pine, responsável por muitas das capas emblemáticas da revista.

Pilar del Río esteve na inauguração.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT