Livros

Morreu Trina Robbins, a primeira mulher a desenhar a Mulher-Maravilha

A artista também foi a criadora da banda desenhada “Vampirella”. Tinha 85 anos.
Tornou-se uma referência feminista.

A artista Trina Robbins, conhecida por ser a primeira mulher a desenhar a Mulher-Maravilha, em 1941, morreu aos 85 anos. A notícia foi avançada esta quarta-feira, 10 de abril, pela escritora de banda desenhada Gail Simone, que prestou homenagem à cartoonista.  

“Ela não foi apenas uma lendária criadora de banda desenhada Ela também foi uma das maiores historiadoras e investigadoras desta arte, e um guia para inúmeras meninas e mulheres que tinham dificuldade em acreditar que havia espaço para elas nesta forma de arte”, pode ler-se na publicação.

Além da Mulher-Maravilha, o seu portefólio conta com personagens tão conhecidas como Vampirella, a super-heroína vampira que protagoniza uma série de terror a preto e branco, publicada em 1969.

Quando começou a sua carreira, na década de 90, Robbins tornou-se uma das vozes femininas mais conhecidas do movimento underground. Desde então, editou uma série de antologias e artigos dedicados a esta arte.

Trina Robbins foi ainda uma defensora dos direitos das mulheres através da banda desenhada e dos desenhos animados. Publicou mais de meia dúzia de livros sobre temáticas ligadas ao feminismo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT