Livros

O Folio está de regresso a Óbidos com 300 autores, incluindo dois prémios Nobel

Esta sétima edição do festival literário é "de todos para todos". Conte com exposições, conferências, tertúlias e muitos livros.

O Festival Literário Internacional de Óbidos (Folio) arranca esta quinta-feira, dia 6 de outubro, na histórica localidade, distinguida como “vila literária” pela UNESCO, em 2015. Esta sétima edição tem como mote “O Poder” e decorre até 16 de outubro.

O tema escolhido está ligado não só às questões políticas internacionais — como a guerra entre a Rússia e a Ucrânia —, como também às descobertas científicas que permitem mudar a forma de vida da humanidade. Estes são, aliás, dois dos tópicos que irão ser discutidos ao longo dos dez dias.

O evento contará, em média, com 30 autores diariamente, estima José Pinho, administrador da livraria Ler Devagar e curador do Folio Mais. Aos escritores portugueses juntam-se várias dezenas de autores América Latina, sobretudo do Brasil, mas também da Espanha e da França, dinamizando 14 mesas e 62 apresentações e lançamentos de livros. Confirmada está também a presença de dois laureados com o Nobel da Literatura, a polaca Olga Tokarczuk e o nigeriano Wole Soyinka, nos dias 8 e 15 de outubro.

A edição com mais “quantidade e variedade” de sempre, como foi apresentada, terá um capítulo dedicado à tecnologia e a sua ligação à literatura. O Folio Tec acontece nos dias 11 e 12 de outubro, com curadoria do Óbidos Parque – Parque Tecnológico de Óbidos.

Novidade é também a deslocação do festival às escolas do concelho, com uma programação que inclui autores, escritores, workshops e seminários, tendo por base a comemoração dos 100 anos de José Saramago e dos 200 anos da Independência do Brasil. “O Folio vai às escolas, mas as escolas também vão ao Folio”, explica à NiT Margarida Reis, vereadora da Educação e Cultura da autarquia. Vários autores, como Afonso Cruz, vão fazer visitas às escolas e ler algumas obras aos alunos do concelho. Ainda no âmbito do Folio Educa irão decorrer 16 oficinas com atividades destinadas aos mais novos e um seminário internacional, com a participação de diversos investigadores oriundos do Brasil.

Pela primeira vez, o festival terá um dia dedicado a cada uma das freguesias do concelho, onde estas escolhem a programação que querem apresentar e que passa por exposições, lançamentos de livros, poesia ou teatro. A exposição do PIM!, integrada no Folio Ilustra, volta à galeria novaOgiva, com a participação de ilustradores e haverá um mini mercado, ilustrações para bebés e concertos. Nesta área da animação, “duplicaram os momentos musicais”, continua Margarida Reis.

Das três grandes apostas do Folio, destaca-se, além da “presença, pela primeira vez em Portugal, de dois prémios Nobel”, a vertente inclusiva “de todos para todos”. Está programado um dia dedicado à inclusão e o lançamento de um livro multiformato.

No contexto da programação descrita como Boémia, a organização conta com eventos a partir as 19 horas, no terraço da Casa Saramago, e em várias ruas da vila. Em relação ao desporto, saúde e bem-estar, a tónica incide no poder de envelhecer e ainda haverá sessões gastronómicas, através de uma parceria com o Festival Internacional de Geografia da Alsácia, em França.

O Folio realizou-se pela primeira vez em 2015 e já recebeu convidados como Marcelo Rebelo de Sousa, Ricardo Araújo Pereira, entre muitos outros. A edição deste ano conta contou com um orçamento de 385 mil euros, um investimento realizado pela própria autarquia. De acordo com José Pinho, o Folio distingue-se da maior parte dos outros festivais por decorrer numa vila literária e porque a organização tenta não repetir os nomes dos convidados, embora isso nem sempre seja possível. Um desses casos é a presença regular do humorista Ricardo Araújo Pereira, que este ano estará juntamente com Daniel Oliveira, à conversa sobre o livro “Política a 45 Graus”, de José Maria Pimentel. Também o escritor Mia Couto é presença assídua no evento, onde voltará a ser entregue o prémio Fernando Leite Couto.

“Toda a vila foi embelezada com decoração alusiva à vida e obra de José Saramago para os muitos visitantes esperados”, revela a vereadora. Entre exposições, conferência e tertúlias, em alguns dias chegam a acontecer quatro eventos em simultâneo. A programação completa do Festival Literário Internacional de Óbidos pode ser consultada no site oficial do Folio.

A entrada é livre, limitada à lotação do espaço, sem necessidade de bilhete.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT