Livros

Às quintas e sextas há um ciclo de sopas, livros e filmes para descobrir na Gato Vadio

A livraria do Porto conta com uma agenda de janeiro cheia e com sopa quentinha para saborear em comunidade.
As sessões são gratuitas.

É um projeto especial na cidade do Porto, que fará este ano 14 anos de vida. Ao longo dos últimos anos houve mudanças mas a Gato Vadio continua de pé e conta com uma agenda bem preenchida nas quintas e sextas-feiras deste mês de janeiro.

A livraria independente que é também um projeto associativo e de intervenção social está a organizar um ciclo de sopas e filmes. Pelas 20 horas, e bem quentinha, será servida a sopa, seguindo-se a exibição dos filmes, entre as 20h30 e as 21 horas. Esta quinta-feira, 7 de janeiro, o ciclo começa com “Cathy Come Home”, filme e Ken Loach de 1966.

O ciclo inclui, entre outros, obras como “Pára-me de Repente o Pensamento” (2014), filme de Jorge Pelicano gravado com utentes do Hospital Psiquiátrico Conde Ferreira, no Porto, ou “Silêncio”, filme de 2016 Christophe Bisson, gravado igualmente no Porto, um solar abandonado, onde pessoas com experiência de vida na rua encenam as suas vidas, poesias e canções. 

Alumas sessões inclui ainda espaço de debate, como acontecerá nesta sexta-feira, 8 de janeiro, com a projecção de documentário “Ocupación S.A.”, no Sahara Ocidental, seguida de debate com Tiba Chagaf, diretor para a cooperação do Ministério da Cultura da República Árabe Saaraui Democrática (RASD).

As sessões são gratuitas e decorrem na atual casa da Gato Vadio, no número 124 da Rua da Maternidade. A agenda completa para janeiro da livraria pode ser consultada online.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT