Livros

Rita reformou-se aos 44 anos. Agora, ensina como também o pode fazer neste livro

Apesar de ter sido lançado há apenas uma semana, "A Vida Não Pode Esperar" já vai para a segunda edição.
O livro está a ser um sucesso.

Aos 44 anos, Rita Piçarra conseguiu reformar-se muito antes da idade habitual para a maioria dos portugueses. Tudo graças a vários ensinamentos que foi aplicando ao longo da sua vida.

Veio de uma família humilde e acabou por chegar ao cargo de diretora financeira na Microsoft Portugal. Tudo o que aprendeu ao longo dos anos é agora apresentado em “A Vida Não Pode Esperar: A Estratégia Para Conseguir Deixar de Trabalhar”, cujo lançamento oficial decorre terça-feira, 19 de março, na Fnac do Centro Comercial Colombo, em Lisboa.

Para trabalhar nesta obra, inspirou-se no seu antigo emprego. “A Microsoft foca-se muito do desenvolvimento das pessoas e certifica-se de que os colaboradores atingem os seus objetivos. Foi com este mindset que cresci e vivi quase toda a minha carreira, e isto está refletido no livro”, conta a autora à NiT.

A publicação é também um pouco da partilha da sua história pessoal. Os episódios do seu passado são depois usados para explicar os quatro pilares do sucesso aos leitores. São eles a ambição, o balanço entre vida pessoal e trabalho, o planeamento financeiro e a higiene mental, que aborda o facto de muitas pessoas caírem na depressão quando entram na reforma.

Cada capítulo do livro — que começou a ser escrito em setembro e terminou em janeiro — começa com um momento importante na sua vida. Fala, por exemplo, do dia em que conheceu o Bill Gates pela primeira vez num corredor da Microsoft em Seattle, nos Estados Unidos.

Tem muitas lições de vida.

“Fiquei a olhar para ele de boca aberta e bloqueei porque não tinha um discurso preparado. Mas depois tive uma segunda hipótese e como já estava preparada consegui falar com ele”, recorda a empresária.

“A Vida Não Pode Esperar” foi publicado a 12 de março e já garantiu direito a uma segunda edição — sem sequer ter sido lançado oficialmente. Quando soube, Rita Piçarra ficou “com um sorriso de criança de cinco anos”, comenta. “É um misto de muita alegria e de gratidão, mas acima de tudo de dever cumprido. O que eu fiz pode de alguma maneira inspirar as pessoas a mudarem a sua vida para melhor, e isso deixaria qualquer um contente.”

Segundo a autora, o sucesso da obra pode explicar-se por causa do seu background. Admite que muitos dos leitores se poderão identificar com a sua origem humilde — e com os pais que assumiam dois trabalhos para darem mais conforto aos filhos. 

“Há outras que também se sentem ligadas ao livro e à história porque trabalharam muito e têm muito ambição. Veem no livro e na minha história o facto de isto poder ser feito. Vemos muitos exemplos americanos e masculinos de independência financeira, e quando descobrem que há um exemplo feminino em Portugal, percebem que há maneira de o fazer”, resume a autora.

“A Vida Não Pode Esperar” está atualmente à venda por 14,94€. Foi publicado pela Contraponto e tem 184 páginas de histórias e lições de vida.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT