Música

A notícia que faltava em 2020: Keith Richards deixou de beber e fumar

O mítico guitarrista dos Rolling Stones confessou numa entrevista que foi difícil não ceder aos hábitos na quarentena.
Tem 76 anos.

O ano de 2020 tem sido de mudanças impostas por um vírus que nenhum de nós consegue ver, mas há outras que resultam do tempo que o período de confinamento nos deu para pensar.  É o caso de Keith Richards, dos Rolling Stones, que, durante esta fase, percebeu que tinha de deixar definitivamente de beber e fumar.

O músico já tinha reduzido o consumo destas substâncias, mas agora decidiu ser mais radical. Ainda assim, numa entrevista ao “The Sun”, publicada esta sexta-feira, 13 de novembro, confessa que foi difícil não ceder aos antigos hábitos durante os meses de quarentena.

“É difícil nessas condições, mas até agora, tudo bem”, diz o artista de 76 anos à publicação britânica. Sendo parte da população de risco, dada a sua idade, Keith tem estado na sua casa, numa zona rural de Connecticut, nos Estados Unidos,  juntamente com a mulher e as filhas. 

O músico está preocupado em contrair a infeção, já que a sua área foi bastante afetada no início, mas diz que desde essa altura, a situação “tem sido muito bem controlada”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT