Música

Aos 77 anos, Françoise Hardy pede para ser eutanasiada

A icónica cantora francesa diz que os tratamentos oncológicos lhe têm causado um sofrimento físico terrível ao longo dos anos.
Françoise Hardy tem 77 anos.

Aos 77 anos, a icónica cantora francesa Françoise Hardy reclama o direito à eutanásia, num país onde a morte medicamente assistida não é legal, embora o debate sobre o tema tenha aumentado nos últimos tempos. Diz que os vários tratamentos oncológicos a que tem sido sujeita nos últimos lhe têm causado um sofrimento físico terrível.

“O meu sofrimento físico já tem sido tão terrível que tenho medo que a morte me obrigue a passar por mais sofrimento físico“, disse a artista, numa entrevista à revista francesa “Femme Actuelle”. Françoise Hardy já tinha pedido o direito à morte medicamente assistida em 2015, ano em que chegou a estar em coma induzido.

Há mais de dez anos que sofre de graves problemas de saúde. Primeiro, teve um linfoma, que reapareceu pouco tempo depois. Depois, teve um cancro no ouvido. Os anos de tratamentos de radiação e imunoterapia deixaram a cantora com dores físicas intensas, dificuldade em falar e engolir.

“No que me diz respeito, gostaria de ter essa possibilidade [da eutanásia], mas temo que a minha pequena notoriedade impeça qualquer profissional de assumir esse risco”, disse ainda à “Femme Actuelle”, onde também apelou aos profissionais de saúde para “abreviar o sofrimento desnecessário de uma doença incurável a partir do momento em que se torna insuportável”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT