Música

Depois de 40 anos de muita música, os Sepultura “vão morrer”

A banda brasileira anunciou que vai parar definitivamente, mas antes ainda fará uma digressão mundial de 18 meses.
Formaram-se em 1984.

Após 40 anos de carreira, os Sepultura vão abandonar os palcos. A banda de metal brasileira anunciou esta sexta-feira, 8 de dezembro, que vai parar definitivamente, mas antes tem um presente para os fãs: uma digressão mundial — ainda sem datas previstas para Portugal.

“Os Sepultura vão parar. Vão morrer. Uma morte consciente e planeada. Nos próximos 18 meses, vamos celebrar 40 anos junto aos nossos fãs em uma tour de despedida que vai passar por todo o planeta. Será uma celebração do passado e do presente pela última vez”, anunciou a banda nas redes sociais.

A digressão do 40.º aniversário vai incluir a gravação de 40 faixas ao vivo em 40 cidades. O objetivo é lançar uma compilação dos melhores momentos do grupo em palco. Os concertos arrancam a 1 de março de 2024, em Belo Horizonte, no Brasil. A tour prossegue até abril pelo país de origem da banda e pelo resto da América do Sul.

Em outubro, os Sepultura vão voar para a Europa para atuar no Zenith, em Paris, seguindo-se datas na Alemanha, Países Baixos, Bélgica, Luxemburgo, Reino Unido, Irlanda e outros países. A digressão deverá terminar em novembro.

“Estamos felizes e muito gratos por tudo o que pudemos testemunhar nas últimas quatro décadas. Lançámos grandes discos e demos concertos inesquecíveis, cultivámos amizades, conhecemos os nossos ídolos, contribuímos para colocar o metal brasileiro no mapa do mundo e, por isso, sentimos que podemos deixar a cena musical com um sentimento de dever cumprido”, pode ler-se na declaração.

A banda nasceu em 1984, em Belo Horizonte com dois membros: os irmãos Max e Igor Cavalera. Ao longo dos anos as coisas foram mudando e atualmente fazem parte do conjunto o vocalista Derrick Green, que substituiu Max em 1997, o guitarrista Andreas Kisser, o baixista Paulo Jr. e o baterista Eloy Casagrande, que se juntou em 2011.

“Morbid Visions”, “Schizophrenia”, “Beneath the Remains”,“ Arise”, “Chaos A.D.” e “Roots” são alguns dos álbuns mais conhecidos da banda de metal.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT