Música

Deslandes, Zambujo, Toy e mais concertos à borla pelo País este fim de semana

Nem tudo se passa na capital e a prova disso são as várias festas espalhadas pelo País. Há propostas para todos os gostos.
Foto: Bárbara Dias @World Academy

As celebrações dos Santos Populares em Lisboa começaram mais cedo este ano. Por muito que isso seja sinónimo de mais animação para os lisboetas, a verdade é que Portugal é muito mais do que apenas a capital, principalmente no que toca a concertos com vários dos artistas mais conhecidos do País.

Se ainda não teve oportunidade de ir a uma das míticas “festas da terrinha” que acontecem pelo País, tem de o fazer pelo menos uma vez na vida. A atmosfera é garantidamente mais castiça e familiar do que nas grandes cidades, os preços costumam ser mais simpáticos, a comida é e a alegria garantida. 

E, claro, assitir aos espetáculos de alguns dos mais conhecidos artistas nacionais num contexto diferente. Carolina Deslandes, que lançou esta quinta-feira, 23 de maio, a que descreve como a sua “primeira canção feliz” — “Como é Linda” — marcará presença em Leiria.

Já António Zambujo, o alentejano que nos encanta com o seu timbre único, irá atuar em Foz côa. Por fim, Matias Damásio, conhecido pelo tema “Loucos”, que chegou ao número três do top nacional em 2016, irá animar as festas de Portalegre. Como estes, há muitos outros nomes a percorrer o País, prontos a animar o fim do mês.  

São várias as propostas gratuitas, de norte a sul do território nacional, contando com vários tipos de atuações. Veja a lista em baixo para conhecer os concertos dos dias 25 e 26 de maio.

Carolina Deslandes

Não precisa de grandes apresentações, dado o seu tamanho sucesso. É uma das maiores artistas da geração atual de cantores e compositores portugueses, que em janeiro de 2022 esgotou os Coliseus de Lisboa e Porto, tendo recebido nesse mesmo ano o Globo de Ouro de Melhor Atuação pelo concerto no Coliseu dos Recreios. 

“Como é Linda” é o seu novo single, lançado a 23 de maio, que a própria descreve como o seu primeiro tema verdadeiramente feliz, depois do lançamento do disco duplo “Caos e Calma”. A artista vai atuar na Feira de Leira, no próximo sábado, 25 de maio, às 22 horas. 

Matias Damásio

O compositor e músico angolano de 42 anos começou a sua carreira em festivais religiosas, em 2000. Depois de várias participações em concursos de talentos na televisão, venceu a gala “À Sexta-Feira” e ainda o Festival da Canção de Luanda e o de Música Popular Angolana. 

Em 2016, Matias conseguiu um enorme êxito em Portugal com o tema “Loucos”, em colaboração com Héber Marques, o vocalista dos HMB. Alcançou o terceiro lugar do top português de singles. Encerra o cartaz das Festas da Cidade de Portalegre, a 25 de maio.

Rosinha

Se gosta da boa-disposição típica da música pimba, a par com as suas letras cheias de humor e duplos significados, vai querer passar pelo espetáculo de Rosinha, no próximo sábado, 25 de maio, em Felgueiras, com início às 22 horas. 

“Eu Levo no Pacote”, “Eu Descasco-lhe a Banana”, “É de Gatas que eu Gosto” e “Eu Faço de Coentrada” são alguns dos temas famosos de Rosinha que vai poder ouvir na Festa em Honra de Santa Quitéria.

Romana 

Carla Alexandra Pereira de Sousa é o seu verdadeiro nome, mas quando sobe aos palcos, todos a conhecem por Romana. Depois de muitos ensaios e aulas dadas pela tia Ágata, dá o seu primeiro concerto aos 12 anos. Com o reconhecimento alcançado graças ao programa “A Tua Cara Não Me é Estranha”, em 2012, a cantora decide virar uma nova página na sua carreira, com o disco “Primeiro”, num registo totalmente diferente. 

Para conhecer a nova faceta da artista, pode vê-la ao vivo no Festival do Caracol, no mercado de Algés, a 25 de maio, no sábado. 

Toy

Se nunca o conheceu pessoalmente, pode sempre recordar o icónico programa da SIC “Na Casa do Toy”, que retratava o dia a dia singular — e bastante divertido — do cantor. Se, ainda assim, prefere vê-lo cantar ao vivo, basta parecer na Festa em Honra de Santa Bárbara, na Lagoa, no próximo sábado, dia 25 de maio.

Pode esperar temas como “És Tão Sensual”, “Coração Não Tem Idade” ou “Estupidamente Apaixonado” e, claro, a boa disposição inigualável do artista, que ultimamente tem feito todos rir com a sua participação no “Taskmaster”.

António Zambujo 

O seu percurso começou por ser traçado de forma distinta entre o fado e o cante alentejano, mas recusa ficar preso a um ou mais géneros musicais. Assume a influência da música brasileira de forma inequívoca ao editar um disco de homenagem a Chico Buarque, em 2016. 

Em 2017, o seu álbum “Até Pensei Que Fosse Minha” foi indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum de MPB e, em 2019, a canção “Sem Palavras” foi indicado à categoria de Melhor Canção em Língua Portuguesa. Se é fã de uma voz única e doce, quase sempre acompanhada pela guitarra do próprio, não pode faltar ao 11.º Festival do Vinha do Douro Superior, em Foz Côa, no próximo sábado, 25 de maio. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT