Música

É oficial: o próximo Festival da Eurovisão vai ser no Reino Unido

A guerra na Ucrânia impede que a tradição se cumpra e o evento aconteça no país dos vencedores.
O festival regressa em 2023

Era a grande incógnita desde a final de maio: afinal, onde é que se realizaria o próximo Festival da Eurovisão? A simbólica vitória ucraniana no evento de Turim colocava um problema. Poderia um país em guerra acolher a final do evento?

Os organizadores decidiram que as condições mínimas de segurança não estavam garantidas e, por isso, anunciaram esta segunda-feira, 25 de julho, que a final da edição de 2023 terá lugar no Reino Unido. A cidade ainda não está escolhida.

Segundo a European Broadcasting Union, foi tomada a decisão de entregar a organização ao país que ficou em segundo lugar na última final, neste caso ao Reino Unido.

Por agora, é altura de ir à “caça” pela cidade anfitriã. “A BBC irá agora dar início ao processo de encontrar uma cidade que possa tornar-se numa parceira em realizar um dos mais excitantes eventos a acontecer no país em 2023”, explica em comunicado Tim Davie, diretor-geral da BBC.

Esta será a nona ocasião em que o Festival da Eurovisão terá lugar em território britânico. A primeira vez foi em 1960 e a última em 1998. Londres foi anfitriã por quatro vezes, mas o evento também chegou a Edimburgo, Brighton, Harrogate e Birmingham.

Entre as cidades que já manifestaram interesse está Aberdeen, Belfast, Birmingham, Brighton, Bristol, Cardiff, Edinburgh, Glasgow, Manchester, Leeds, Liverpool, Londres, Newcastle, Nottingham, Sheffield, Swindon and Wolverhampton.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT