Música

É oficial: pai de Britney Spears deixa de ser o seu tutor

É uma grande vitória para a cantora, embora James Spears tenha dito que ainda há assuntos para tratar antes de sair desta posição.
A cantora está neste sistema legal há 13 anos.

13 anos depois, o pai de Britney Spears, James Spears, vai deixar de ser o seu tutor legal. Um documento com a decisão foi enviado para o tribunal esta quinta-feira, 12 de agosto, por parte dos representantes de James Spears — embora esclareçam que pode não acontecer imediatamente.

“Na verdade, não há razões para suspender ou remover James Spears como tutor… E é altamente questionável se esta mudança nesta altura é do melhor interesse para Britney Spears”, começa por dizer o documento. “Ainda assim, e apesar de James Spears estar a ser o alvo de ataques injustificados, ele não acredita que uma batalha pública contra a filha seja do seu interesse.”

O documento acrescenta: “Por isso, apesar de ter de contestar esta petição para a sua remoção como tutor, James Spears pretende trabalhar com o tribunal e o novo advogado da filha para preparar uma transição ordeira para um novo tutor. Quando estes assuntos estiverem resolvidos, James Spears vai estar numa posição para se afastar. Mas não há circunstâncias urgentes que justifiquem uma suspensão imediata.”

“Esta é uma grande vitória para Britney Spears e mais um passo em direção à justiça”, disse, por sua vez, o advogado da cantora, em declarações à revista “Variety”.

Pode ler este artigo da NiT onde lhe explicamos com mais detalhes a história desta polémica tutoria.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT