Música

Entre o hip hop e o fado nasceu “Liberdade”, o novo álbum de Sara Correia

O disco teve o contributo de vários artistas portugueses, como Pedro Abrunhosa, Carminho e Tiago Bettencourt.
Já está disponível.

Sara Correia acabou de lançar o seu terceiro disco, “Liberdade”, que promete “contar a sua verdade e intensidade através da música”. A artista cresceu numa família de fadistas, por isso, habituou-se desde cedo a visitar e, depois, a cantar em casas de fado. Aos 13 anos, ganhou o programa de talentos, “Grande Noite do Fado” na RTP.

O novo disco foi editado esta sexta-feira, dia 13 de outubro, e conta com 13 temas, entre eles, “Madrugou”, “Que da Voz te Nasçam Pombas”, “Chelas” e ainda a recriação da “Balada de Outono”, de José Afonso. Pedro Abrunhosa, Carminho, Mila Dores, Joana Espadinha, Nuno Figueiredo ou Tiago Bettencourt foram alguns dos nomes fortes da música portuguesa que contribuíram para este disco através de letras ou de composições originais.

“A minha matriz são os fados tradicionais com a guitarra portuguesa, a viola e o baixo. Nas outras músicas há realmente sonoridades diferentes e acabo por trazer algumas variantes minhas e as minhas influências, nomeadamente, do hip hop e da pop”, diz Sara Correia, em entrevista à Lusa, citada pela Smooth FM.

O single “Chelas”, a primeira amostra deste projeto, foi uma espécie de agradecimento especial às suas origens: “O bairro foi quem me criou e quem me fez ser a mulher que sou hoje. Foram as pessoas do bairro que me ajudaram a seguir o meu caminho, a ter força para continuar no mundo da música que é bastante difícil e tive sempre o apoio do meu bairro nesse sentido”.

Sara Correia, de 30 anos, tem sido uma das mais bem sucedidas artistas portuguesas dos últimos anos. “Do Coração”, o seu segundo álbum lançado em 2020, foi nomeado para os Grammy Latino e venceu o prémio Play de Melhor Álbum do Ano, em 2021.

“Liberdade” já está disponível em pré-venda nos locais habituais, em CD e vinil. Também já está disponível em formato digital nas plataformas de streaming.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT