Música

Eventos-teste avançam em Portugal — os primeiros acontecem em Braga com 400 pessoas

Vão servir de ensaio para a retoma dos grandes espetáculos e eventos. Vão acontecer já no final de abril.
Vão acontecer já no final de abril.

Era uma proposta que estava a ser discutida há vários meses pelo setor da cultura e dos grandes eventos — e cuja fórmula já tinha sido testada várias vezes noutros países. Esta quinta-feira, 22 de abril, a ministra da Cultura, Graça Fonseca, confirmou numa entrevista à SIC que vão mesmo avançar os eventos-teste.

Vão acontecer em Braga a 29 e 30 de abril e o objetivo é que sirvam de ensaio para a retoma dos grandes espetáculos e eventos. Cada um dos dois eventos-teste vão receber cerca de 400 pessoas — um deles terá o público sentado, no outro a plateia fica de pé.

“O nosso compromisso é de abrir os eventos culturais como eles encerraram e, a partir daqui, trabalhar para identificar as condições de progresso de podermos estar em eventos ao vivo. Sempre, naturalmente, de acordo com a evolução da pandemia”, explicou Graça Fonseca.

“É importante fazermos estes eventos-teste. Outros países fizeram. A nossa vizinha Espanha fez. É importante fazê-lo, porque o que vai acontecer é que nestes eventos-teste, um é sentado e o outro é em pé, vai ser possível à Direção-Geral da Saúde depois fazer a avaliação das pessoas que estiveram nestes eventos”, acrescentou ainda a ministra da Cultura.

Alguns dos maiores festivais de música em Portugal, previstos para o verão, ainda não adiaram ou cancelaram as suas edições deste ano. Agora, estão dependentes do sucesso destes eventos-teste, ainda que possam ser obrigados a sofrer muitas adaptações.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT