Música

Fãs usaram mais Internet durante o concerto de Da Weasel do que Coimbra inteira num dia

A banda deu um concerto inesquecível no NOS Alive. A rede 5G foi um sucesso, permitindo que toda a gente pudesse estar online.
A partilha dos concertos é hoje essencial. (Foto de José Fernandes)

Tudo fazia prever qual seria o momento mais emocionante da edição do NOS Alive de 2022. E, agora, os dados da NOS Analytics confirmam que a música portuguesa consegue mover multidões.

“Olá nina, quero tratar de ti / Dar-te um mundo e o outro, tenho tudo aqui”. Os versos tão esperados por milhares de fãs do hip-hop português foram apenas segundos do concerto de hora e meia dos Da Weasel, que gerou um enorme boom nas redes sociais. Graças ao 5G da NOS, disponível no recinto do festival, a NiT sabe que, durante este espetáculo, os fãs da Doninha consumiram quatro terabytes de dados, o equivalente ao que uma cidade de dimensão média, como Coimbra, consome num dia inteiro.

O regresso mais aguardado, 15 anos depois, foi o momento de maior interação, com os fãs a partilharem o espetáculo de todas as formas possíveis — lives e stories no Instagram, diretos no WhatsApp com aqueles que não conseguiram estar presentes no festival, conteúdos no Facebook e vídeos no TikTok.

Mas o NOS Alive foi mais do que Da Weasel. Ao longo das mais de 150 atuações que passaram pelo Passeio Marítimo de Algés, foram consumidos mais de 24 terabytes de dados pelos 210 mil fãs que passaram pelo recinto. Algo que só foi possível graças à existência de uma antena 5G, única em Portugal até ao momento e igual às que são usadas no Super Bowl, nos Estados Unidos.

Os cabeças de cartaz foram sempre os concertos mais populares em todos os dias. Ou seja, além de Da Weasel, The Strokes, Florence and The Machine, e Metallica foram as bandas que geraram mais interações e que provocaram o maior consumo da rede 5G, com a banda de rock a superar expectativas em relação aos dois primeiros dias, com um boom de utilização do Facebook e WhatsApp durante este concerto, só ultrapassado no dia seguinte.

Há tantos momentos para partilhar no festival.

Caso esteja na dúvida sobre o que realmente significa esta tal de rede 5G, saiba que permite publicar aquela foto trendy no Instagram dez vezes mais depressa, melhora estabilidade de rede durante os diretos nas redes sociais ou até no momento de ligar àquele amigo que se perde sempre no meio da multidão. Se esta chamada era difícil para dar frutos (todos temos memórias das chamadas impossíveis em eventos com grande concentração de pessoas, certo?), hoje, a rede 5G permite que isso aconteça sem interferências. Mesmo quando estão mais de cinco mil pessoas a ligar a alguém ao mesmo tempo e no mesmo local.

Aliás, a ideia de que as chamadas de voz estão out é totalmente errada. Nesta edição do festival, por exemplo, houve um aumento de 150 por cento em relação à última edição.

Se não está nas redes, não aconteceu

Claro que o que se destaca hoje em dia na utilização dos smartphones é mesmo a partilha de conteúdos em conversas de chat ou publicamente nos feeds das redes sociais. Publicar, publicar, publicar — mostrar ao mundo onde se está e quão incrível está a ser. Esta importância é comprovada pelos dados: as apps mais usadas durante todo o festival foram o Instagram, tanto para ver conteúdos como para publicar, seguido do Facebook para downloads e WhatsApp nos uploads (este último foi usado especificamente para milhares de videochamadas).

A utilização destas aplicações contribuiu para que, em alguns períodos, estivessem mais de 10 mil pessoas a utilizar a rede da NOS em simultâneo. A prova de que já não vivemos mesmo sem a Internet.

Para que não houvesse falhas, incluindo nas transmissões que foram realizadas através desta rede — como no caso de alguns palcos que tinham câmaras a fazer live direto para os ecrãs —, o espaço com mais de 11 hectares tinha 50 antenas NOS, incluindo a de rede 5G, para garantir melhor estabilidade do serviço.

Uma das antenas 5G presentes no festival.
Este artigo foi escrito em parceria com a NOS.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT