Música

Festival MIL arranca com 50 concertos em vários locais de Lisboa

Além dos espectáculos, é também uma convenção de promoção de música. Decorre na capital até sexta-feira, 30 de setembro.
Filipe Sambado é um dos artistas convidados

São mais de 50 os artistas que irão passar por Lisboa, à boleia do festival e convenção MIL, com concertos marcados por várias salas do Cais do Sodré, até ao Hub Criativo do Beato. A edição arranca esta quarta-feira, 28 de setembro, e prolonga-se durante três dias.

O festival focado na música emergente distingue-se pela aposta em bandas com menos tempo de antena, mas não menos interessantes. O elenco conta com Rosie Alena, do Reino Unido; Meskerem Mees e Avalanche Kaito (Bélgica); os franceses Bedouin Burger e Charlotte Fever, entre representantes de países como Itália, México ou Espanha.

A jogar em casa estarão diversos artistas nacionais como As Docinhas, Filipe Karlsson, Cassete Pirata, Chica, Evaya, Iolanda, Kriol, Filipe Sambado, Soluna e Tomás Wallenstein.

O MIL compreende também a realização de diversas masterclasses, keynotes, debates e workshops, que compõem o calendário de atividades da convenção, o espaço de formação, debate, negócio e intercâmbio do MIL. Uma faceta do evento que tem como alvo trabalhadores e estudantes do setor cultural, com particular atenção aos profissionais do setor da música. Os debates vão desenvolver-se em torno de temáticas relacionadas com a atualidade dos setores da cultura e da música. Políticas culturais; economia noturna; acessibilidade, ética e sustentabilidade são apenas exemplos.

O passe geral para os três dias, com acesso total, custa 60€. Caso prefira ir apenas nos últimos dois dias, o valor desce para os 30€. Há ainda um bilhete geral promocional para estudantes apenas a 10€. Os ingressos estão disponíveis online.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT