Música

Last Tour, a promotora que finalmente conseguiu trazer Taylor Swift a Portugal

Também é a responsável por um dos maiores festivais de música no nosso País — e de alguns dos concertos épicos do ano.
Quer ser a maior promotora na Península Ibérica.

Em 2019, os fãs de Taylor Swift ficaram em euforia quando foi anunciado que a norte-americana viria finalmente a Portugal no ano seguinte. Toda esta felicidade acabou quando o NOS Alive de 2020, onde iria atuar, foi cancelado devido à pandemia. Após vários anos sem notícias, soube-se em 2023 que a artista estaria finalmente por cá a 24 e 25 de maio deste ano, dias em que atuou no Estádio da Luz, em Lisboa. A responsável pela estreia da performer no nosso País foi a promotora Last Tour (nome que, em português, significa “última digressão”, mas esperemos que não seja esse o caso).

Agora, a promotora também a vai levar para vários concertos esgotados em Espanha, nomeadamente em Madrid. Mas afinal, que empresa é esta? Spoiler alert: organiza um dos festivais mais populares do País, mas já lá vamos.

A história remonta a 2003, quando foi inicialmente fundada pelos empresários espanhóis Javier Arnaiz, Xavier Arretxe e Alfonso Santiago. Este último ficou em 2015 como único sócio. Em Portugal, o diretor é Diogo Marques, que assumiu este cargo em 2022.

A promotora é “uma ativadora cultural e social, cujos pilares assentam na criatividade e na inovação, para contribuir para o desenvolvimento cultural e a formação da sociedade com a qual se sente comprometida”, conta Andreia Criner, diretora de comunicação, à NiT.

Além de ter trazido a Taylor Swift a Portugal, a Last Tour é a organizadora do festival MEO Kalorama, cuja primeira edição decorreu em 2022. Desde então o evento trouxe artistas como Arcade Fire, Pabllo Vittar, Florence + The Machine, entre muitos outros. Em 2024 alguns dos cabeças de cartaz são Massive Attack, Sam Smith, LCD Soundsystem, Burna Boy, Raye, entre muitos outros. Este ano o Kalorama também tem uma grande novidade: vai decorrer pela primeira vez em Madrid entre 29 e 31 de agosto, ou seja, nas mesmas datas que Lisboa.

Outros destaques da empresa em Portugal são os espetáculos de Nick Cave & The Bad Seeds, Marc Anthony e Cigarettes After Sex na MEO Arena, bem como a digressão ibérica de Maro e diversos concertos dos BadBadNotGood, Amistat ou RY X.

Em Espanha organizam ainda “centenas de concertos internacionais e nacionais todos os anos e vários festivais, entre os quais o Bilbao BBK Live ou o Askena Rock Festival”. A Last Tour também atua na Colômbia.

Apesar da grande presença em Portugal, a marca salienta que “é uma empresa ibérica, sediada em Espanha, onde tem vários escritórios”. A organização dos concertos de Taylor Swift segue, então, “uma estratégia ibérica”, para que os maiores artistas da atualidade também passem na região.

Apesar de já ser uma promotora de peso na indústria, a marca não pretende abrandar. O principal objetivo para os próximos anos é mesmo “ser a empresa de referência a nível ibérico no seu setor”.

Carregue na galeria e veja algumas das fotografias do concerto que Swift deu em Portugal a 24 de maio.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT