Música

Mariah Carey vai lançar o álbum grunge que compôs há 27 anos, num “período sombrio”

“Someone’s Ugly Daughter” é inspirado em várias bandas de rock e reflete uma faceta criativa da cantora pouco conhecida.
Uma seleção de músicas inéditas.

Em 1995, o mundo ficou a conhecer “Daydream”, o quinto álbum de estúdio de Mariah Carey. Ao mesmo tempo que o disco se tornava popular por se inclinar mais para o hip hop e para a música urbana que os seus lançamentos anteriores, há 27 anos, a artista também trabalhava num álbum intitulado “Someone’s Ugly Daughter”. Quase três décadas depois, está prestes a ser lançado.

Sob o nome Chick, uma banda com Clarissa Dane na voz principal, o projeto tem Mariah Carey como segunda voz. A responsável por hits como “Without You” também tratou da composição e da produção de cada uma das canções, inspiradas na cultura grunge, popular na altura. A cantora estudou a sonoridade de bandas como os L7, Green Day e Sleater-Kinney durante a composição do disco.

“Curiosidade: criei um álbum alternativo enquanto fazia “Daydream”. Só para me rir, mas fez-me superar alguns dias sombrios”, escreveu no Twitter, em 2020, quando a informação se tornou pública. Só após o lançamento da autobiografia da cantora, “The Meaning Of Mariah Carey”, é que os fãs ficaram a saber que o projeto que nunca foi lançado — o que irá acontecer em breve.

A data exata da estreia de “Someone’s Ugly Daughter” ainda não foi divulgada. Porém, segundo revelou à “Rolling Stone”, a cantora já confirmou que vai assumir a voz principal na reedição, substituindo Clarissa Dane. Acrescentou também que pretende trabalhar numa sequela.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT