Música

Morreu Taylor Hawkins, baterista dos Foo Fighters — tinha 50 anos

Terá sido encontrado sem vida no quarto de hotel em Bogotá, na Colômbia, onde iriam participar num festival de música.
Hawkins em palco com Dave Grohl

Era baterista e um dos membros dos Foo Fighters, uma das maiores bandas de rock do mundo, aos quais se juntou em 1997, pouco tempo depois da sua formação incial. Taylor Hawkins acompanhava os restantes elementos em viagem à Colômbia, onde deveriam participar num festival de música na noite desta sexta-feira, 25 de março. O concerto nunca aconteceu.

Hawkins terá sido encontrados sem vida no quarto de hotel onde estava alojado. Nenhuma causa de morte foi, para já, adiantada. Entretanto, a banda lançou um comunicado oficial a revelar que estão “devastados pela trágica perda”. “O seu espírito musical e o seu riso contagiante vão viver connosco para sempre.” A banda pede também que a sua privacidade seja preservada “nestes tempos de dificuldade inimaginável”.

Os organizadores foram obrigados a dar a notícia aos fãs que os esperavam no Estereo Picnic, o festival de música na Colômbia onde deveriam ter comparecido. A notícia chegou depois do concerto de Nile Rodgers e foi dada através de uma mensagem nos ecrãs gigantes. No palco foram colocadas dezenas de velas. Na plateia, lágrimas e outros concertos cancelados.

Hawkins teve a tarefa difícil de conquistar um lugar numa banda criada por um dos bateristas mais prolíficos da sua geração. Grohl, que havia deixado os Nirvana após a morte de Kurt Cobain, assumiu a liderança — a guitarra e a voz — da banda e o norte-americano foi o escolhido para a grande responsabilidade de pegar nas baquetas. Para trás deixou a sua colaboração na banda de Alanis Morissette.

Hawkins tem um passado conturbado. Em 2001, sofreu uma overdose que o colocou em coma durante duas semanas. Como consequência, deu uma enorme desilusão aos fãs que já os esperavam no festival da Ilha do Ermal, onde seriam cabeças de cartaz num evento com nomes como Marilyn Manson, Da Weasel ou Xutos & Pontapés. Foram estes últimos que tiveram que subir ao palco na slot principal, para substituir os Foo Fighters, impedidos de viajar para Portugal.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT