Música

O Santa Casa Alfama está de volta com dois dias cheios de fado

A programação é diversa. Inclui concertos de António Zambujo a Dulce Pontes, passando por Agir ou Jorge Fernando.
Arranca esta sexta-feira (e tem homenagem a Amália).

O Santa Casa Alfama, o festival que se dedica ao fado num dos mais tradicionais bairros lisboetas, está de volta a partir desta sexta-feira, 23 de setembro, e prolonga-se até sábado, dia 24. Nestes dois dias, Alfama enche-se (ainda mais) de fadistas e músicos que celebram o género que é Património Imaterial da Humanidade.

Um dos principais destaques da programação é o tributo a Max feito por António Zambujo e  respetivos convidados. O mesmo Max será homenageado com um espetáculo de videomapping. Outro momento essencial nesta edição do festival é a performance “As Divas”, que irá reunir em palco Alexandra, Lenita Gentil, Maria da Nazaré e Maria Armanda (que substitui Maria da Fé, que não estará presente por motivos de saúde).

Dulce Pontes vai ter uma atuação conjunta com Ricardo Ribeiro; a obra de Amália Rodrigues será celebrada “Em Casa d’Amália” com José Gonçalez, André Amaro, Ângelo Freire, Flávio Jr, João Leote, Miguel Moura e Tiago Silva.

O Santa Casa Alfama inclui ainda performances de Jorge Fernando, Aldina, Agir, Miguel Ramos com Pedro Jóia, Rogério Charraz, Matilde Cid, Zé Maria, José Manuel Neto com Rão Kyao, Deolinda de Jesus, Filipa Vieira, Diamantina, Nuno de Aguiar ou Ana Sofia Varela. Ao todo são mais de 40 concertos espalhados por diversos palcos, desde o Terminal de Cruzeiros de Lisboa à Igreja de Santo Estevão, passando pelo Largo de São Miguel, o Grupo Sportivo Adicense ou o Museu do Fado, entre outros.

Até esta quinta-feira, 22 de setembro, o passe de dois dias custa 35€, enquanto os bilhetes diários ficam por 25€. Nos próprios dias do evento, os preços sobem, respetivamente, 5€. Os ingressos podem ser comprados online. Os concertos serão traduzidos em língua gestual portuguesa para os espectadores surdos.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT