Música

Organização avisa: garrafas de água não podem entrar no espetáculo de Taylor Swift

No Brasil, uma vaga de calor provocou a morte de uma fã — e a mudança da regra. Em Lisboa, a proibição volta a vigorar.

A 17 de novembro, a demolidora Eras Tour de Taylor Swift chegava ao Rio de Janeiro para arrebatar os fãs. No meio de uma vaga de calor, milhares acorreram ao concerto e entre os fãs estava Ana Machado, de 23 anos. A espectadora acabaria por se sentir mal e nem a assistência dos paramédicos lhe salvou a vida.

Segundo as autoridades, foi vítima de um ataque cardíaco, com muitos a apontarem para o calor extremo que, aliado à proibição de entrada com garrafas de água, poderá eventualmente ter precipitado o incidente. Tanto que, após a morte, a organização adiou o espetáculo seguinte para tentar escapar às temperaturas.

Ana Machado não foi a única a sentir-se mal no espetáculo de 17 de novembro. Várias pessoas tiveram que ser ajudadas pelas equipas médicas no local. Nos vídeos, é possível ouvir a multidão a clamar por água. Swift tomou nota e chegou mesmo a atirar garrafas a alguns fãs.

A organização, pressionada pelas autoridades e pelo governo brasileiro, mudou as regras e permitiu a entrada de garrafas de água nos restantes espetáculos.

Volvidos seis meses, a poucos dias da passagem da artista por Lisboa (a 24 e 25 de maio, no Estádio da Luz), a Last Tour divulgou esta quarta-feira, 22 de maio, as regras para os concertos em Portugal — e a proibição mantém-se válida para “qualquer recipiente ou garrafa”.

Embora não se esperem temperaturas demasiado elevadas para Lisboa — segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, as máximas deverão fixar-se entre os 24 e os 26 graus —, muitos fãs recorreram ao X (antigo Twitter) para reclamar da decisão.

“Por favor, deixem entrar água no recinto. Ninguém no relvado vai sequer conseguir mexer-se para comprar água e depois de tantas horas com calor de 25 graus, a água é necessária”, pede uma utilizadora.

Além das garrafas, estão também proibidos sacos ou malas com mais de 10 litros, objetos sonoros, posters e cartazes maiores do que o tamanho A3, capacetes e vestuário que possa impedir a visão de outras pessoas. Não são também permitidas pastas, sacos, malas e bolsas maiores do que um saco de plástico.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT