Música

Pai de Britney Spears entregou pedido para acabar com a tutela da filha

É mais um passo em direção ao fim da tutela legal que está em vigor desde 2008.
Britney descreve a tutela como "abusiva".

O polémico e mediático caso de Britney Spears está cada vez mais perto de chegar ao fim. James Spears, pai da cantora norte-americana, entregou esta terça-feira, 7 de setembro, um pedido para acabar com a tutela que está em vigor há 13 anos.

No documento, Vivian Lee Thoreen, o advogado do pai de Britney, afirma que “se o Sr. Spears quer acabar com a tutela da filha e acredita que ela consegue gerir a própria vida, o Sr. Spears acredita que ela devia ter essa oportunidade.” Acrescenta ainda que Britney “demonstrou um nível de independência que faz questionar se é mesmo necessária uma tutela”.

“A Sra. Spears disse ao Tribunal que quer o controlo sob a sua vida de volta sem uma tutela. Quer tomar decisões relacionadas com os seus cuidados de saúde, sendo ela própria a decidir quando, onde e com que frequência vai à terapia. Quer controlar o dinheiro que ganhou durante a sua carreira e gastá-lo sem supervisão. Quer poder casar e ter um filho, caso assim o deseje. Em suma, quer poder viver a sua vida da maneira que quiser, sem as restrições de uma tutela ou de procedimentos judiciais”, lê-se no documento.

Recorde-se que o tema ganhou contornos públicos com um documentário no início de 2021, que revelava que a artista norte-americana deixou de ter acesso às suas finanças e património em 2008, numa altura em que se achava que não estava mentalmente sã para gerir a sua vida.

“Framing Britney Spears” revelava ainda novos aspetos da vida de Britney, totalmente controlada pelo pai, James P. Spears. Aprendemos, por exemplo, que o tutor não a deixava ter filhos, algo que Britney deseja. Até há uns meses atrás, a cantora não tinha acesso às próprias redes sociais, o que atualmente já mudou. É no Instagram que Britney está mais ativa, onde chegou até a partilhar uma publicação em que afirmava não voltar aos palcos até a tutela legal chegar ao fim.

Foi em junho de 2021 que Britney Spears falou pela primeira vez ao Tribunal de Los Angeles sobre a tutela a que estava submetida. Durante o seu testemunho, classificou-a como “abusiva”, recordando ser medicada à força até se sentir “bêbeda”.

À CNN, Mathew Rosengart, o atual advogado de Britney Spears afirma que este documento “representa outra vitória legal para a Britney Spears — e uma vitória enorme — bem como uma vindicação para a Sra. Spears.

Britney Spears voltará ao Tribunal de Los Angeles a 29 de setembro, para uma nova audição.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT