Música

Pai de Britney Spears foi finalmente afastado da tutela da filha

O tribunal aceitou a petição da cantora, que pedia o afastamento de James Spears do seu património.
A tutela foi criada em 2008.

O tema #FreeBritney pode ter mesmo chegado ao fim. O pai de Britney Spears, James Spears, foi retirado como responsável pela tutela da filha após o tribunal ter aceitado a petição interposta pela cantora, que pedia o afastamento do pai como tutor do seu património.

A tutela sobre Britney Spears foi estabelecida em 2008, depois de a artista ter sido hospitalizada. Até setembro de 2019, tanto a tutela pessoal como patrimonial ficaram a cargo de James Spears. A pessoal deixou de ficar consigo nessa altura, enquanto a tutela financeira muda agora de mãos.

Um movimento de fãs intitulado #FreeBritney acompanhou o caso e ajudou a trazer atenção mediática para o tema — o documentário “Framing Britney Spears”, que estreou no início do ano, catapultou o assunto. Entretanto foram feitos mais documentários. Nos últimos dias estreou na Netflix “Britney vs Spears” e a plataforma americana Hulu apresentou “Controlling Britney Spears”.

Leia o artigo da NiT sobre o primeiro documentário para compreender melhor toda esta história.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT