Música

Porta-Jazz: o festival de jazz do Porto está de volta este verão

O lema da 11.ª edição é "Da Janela Saem Pássaros". Vai haver 14 concertos com 60 músicos envolvidos.
Hristo Goleminov é um dos nomes do cartaz.

O Festival Porta-Jazz regressa ao Porto para a sua 11.ª edição, desta vez nos Jardins do Palácio de Cristal. O festival ia decorrer em fevereiro deste ano, no palco do Teatro Rivoli, mas tanto a localização como a data mudaram. O festival será agora de 23 a 25 de julho.

O lema do festival para este ano é “Da janela saem pássaros”. Segundo o festival, este mote representa não só as contingências provocadas pela pandemia, mas é também uma homenagem ao próprio evento, que “tem deixado a sua marca no tecido criativo do Porto e contribuído, decisivamente, para o seu reconhecimento internacional”.

No dia de inauguração do festival, vai poder assistir ao concerto de Hery Paz, Javier Moreno e Marcos Cavaleiro — o Vessel Trio — que vai apresentar o seu álbum de estreia, pelas 21h30. Após este concerto, o entretenimento musical será feito por parte do grupo Coreto.

O dia seguinte vai estar novamente recheado de música, começando às 16 horas, com a atuação de Filipe Teixeira Trio, que é seguida por Josué Santos e Gianni Narduzi, onde apresentarão “Vazio e o Octaedro”. Às 18h15 é a vez do Ensemble Robalo/Porta-Jazz, criado especialmente para o festival portuense. A esta atuação segue-se Nuno Campos, que apresentará o projeto “Tacatarinaten”. O encerro da noite será feito por Miguel Rodrigues, às 21h30.

No último dia do festival, o concerto é de Hugo Raro, às 16 horas, com o disco “Connecting the Dots”. Após este artista, o jazz será tocado por vários músicos liderados por Yudit Vidal. Às 18h15 atua João Martins com o seu “Hundred Milliseconds”, seguido de Mazam com “Land”. Às 21h30, João Pedro Brandão apresenta “Trama no Navio”, e André Silva encerra a 11.ª edição do Porta-Jazz com a apresentação de “The Guit Kune Do”.

Ao todo, serão 60 músicos a atuar ao longo de 14 concertos. A entrada para o festival é gratuita, mas devido à pandemia, a lotação é limitada, embora esta ainda tenha de ser definida pela DGS.

Pode encontrar mais informações sobre o Porta-Jazz no seu site.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT