Música

Queens of the Stone Age cancelam concertos semanas antes de regressarem a Portugal

A banda vai atuar a 21 de agosto, em Caminha, como cabeça de cartaz do CA Vilar de Mouros.
A banda vai regressar a Portugal.

Já tinha acontecido com os Pearl Jam, agora foi a vez de os Queens of the Stone Age desmarcaram concertos, semanas antes de regressarem a Portugal. A banda norte-americana anunciou que não iria atuar em Itália, em Romano d’Ezzelino, a poucas horas do início do espetáculo, por motivo de doença.

“Os QOTSA lamentam informar que não conseguiremos atuar no Festival AMA por motivo de doença”, escreveu o grupo num post partilhado nas redes sociais. 

A banda de Josh Homme será cabeça de cartaz, com uma atuação prevista para 21 de agosto no CA Vilar de Mouros. Sem adiantar mais detalhes sobre o motivo do cancelamento, o grupo pretende continuar a digressão europeia que passa ainda por Milão e vários festivais europeus, como o Way Out West, na Suécia, e o Lowlands, nos Países Baixos.

“A Song For The Deaf”, “Go With The Flow”, “The Lost Art Of Keeping a Secret” ou “I Appear Missing” serão certamente alguns dos clássicos que farão parte do alinhamento da banda norte-americana, que regressa a Portugal após ter atuado em julho do ano passado no NOS Alive.

O concerto no passeio Marítimo de Algés em 2023 fez parte da tour de apresentação do álbum“In Times New Roman…” e marcou o regresso do grupo. O vocalista passou por uma fase complicada que obrigou a banda a afastar-se dos palcos. Josh Homme foi diagnosticado com um cancro que foi removido “a tempo” graças a uma cirurgia, perdeu vários amigos próximos (como Mark Lanegan) e iniciou uma batalha legal pela custódia dos filhos contra a ex-mulher. O caso mantém-se e envolveu ordens de afastamento e acusações de violência doméstica.

No que toca à saúde, não foi a primeira vez que esteve próximo da morte. Em 2010, uma operação à perna não correu como previsto. As complicações espoletaram um ataque cardíaco e chegou a ser dado clinicamente morto. Este episódio inspirou-o a escrever “…Like Clockwork”, um dos álbuns mais acalmados dos QOTSA.

A banda formada em Palm Desert, na Califórnia (EUA) em 1996, popularizou o género stoner rock que até os anos 2000 não era muito conhecido. Desde aí, a carreira foi sempre um sucesso.

O CA Vila de Mouros volta à aldeia de Caminha entre 21 e 24 de agosto. O festival minhoto promete levar ao palco outros nomes que em tempos encheram plateias. Agora, longe dos tempos áureos, continuam a provar que a sua música é intemporal — e esperam encher o recinto. Os bilhetes diários estão à venda por 50€ e os passes gerais custam 125€.

A estreia daquele que é considerado o primeiro festival de música em Portugal aconteceu em 1971, e ganhou o cognome de “Woodstock à portuguesa por muitos”. Na primeira edição, contou com nomes como Elton John ou Manfred Mann. O evento apenas sofreu uma pausa entre 2006 e 2014.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por QOTSA (@queensofthestoneage)

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT