Música

Queens of the Stone Age cancelam todos os concertos agendados para julho

A banda norte-americana tem regresso marcado para Portugal a 21 de agosto. É cabeça de cartaz do CA Vilar de Mouros.
Más notícias.

A pouco mais de um mês do regresso dos Queen of the Stone Age a Portugal, que atuam no festival CA Vilar de Mouros a 21 de agosto, a banda norte-americana, que se encontra em digressão na Europa, cancelou todos os concertos agendados para o mês de julho, por motivos de saúde do vocalista Josh Homme.

“Os Queen of the Stone Age lamentam informar que Josh Homme tem de voltar aos Estados Unidos de imediato, para ser submetido a uma cirurgia de urgência. Fizemos todos os possíveis para continuar a tocar para vocês, mas já não conseguimos continuar”, lê-se no comunicado.

Depois de cancelar o concerto em Itália, em Romano d’Ezzelino, a poucas horas do início do espetáculo, a banda não irá atuar em França, Eslováquia, Alemanha, República Checa, Áustria, Roménia, Hungria e Grécia.

A banda de Josh Homme será cabeça de cartaz, com uma atuação prevista para 21 de agosto no CA Vilar de Mouros. É o regresso do grupo a Portugal, após ter atuado em julho do ano passado no NOS Alive.

O concerto no passeio Marítimo de Algés em 2023 fez parte da tour de apresentação do álbum“In Times New Roman…” e marcou o regresso do grupo. O vocalista passou por uma fase complicada que obrigou a banda a afastar-se dos palcos. Josh Homme foi diagnosticado com um cancro que foi removido “a tempo” graças a uma cirurgia, perdeu vários amigos próximos (como Mark Lanegan) e iniciou uma batalha legal pela custódia dos filhos contra a ex-mulher. O caso mantém-se e envolveu ordens de afastamento e acusações de violência doméstica.

No que toca à saúde, não foi a primeira vez que esteve próximo da morte. Em 2010, uma operação à perna não correu como previsto. As complicações espoletaram um ataque cardíaco e chegou a ser dado clinicamente morto. Este episódio inspirou-o a escrever “…Like Clockwork”, um dos álbuns mais acalmados dos QOTSA.

A banda formada em Palm Desert, na Califórnia (EUA) em 1996, popularizou o género stoner rock que até os anos 2000 não era muito conhecido. Desde aí, a carreira foi sempre um sucesso.

O CA Vila de Mouros volta à aldeia de Caminha entre 21 e 24 de agosto. O festival minhoto promete levar ao palco outros nomes que em tempos encheram plateias. Agora, longe dos tempos áureos, continuam a provar que a sua música é intemporal — e esperam encher o recinto. Os bilhetes diários estão à venda por 50€ e os passes gerais custam 125€.

A estreia daquele que é considerado o primeiro festival de música em Portugal aconteceu em 1971, e ganhou o cognome de “Woodstock à portuguesa por muitos”. Na primeira edição, contou com nomes como Elton John ou Manfred Mann. O evento apenas sofreu uma pausa entre 2006 e 2014.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT