Música

Rui Reininho: “Tentei acompanhar o pensamento do Futre e do Chicão… Sem som, claro!”

O vocalista dos GNR responde ao questionário da NiT sobre o confinamento.
O músico respondeu ao questionário da NiT.

Foi em 2015 que os GNR lançaram o último álbum de originais, “Caixa Negra”. Dois anos depois, celebravam a carreira com o disco ao vivo “Os Primeiros 35 Anos Ao Vivo”. Desde então não houve novos trabalhos da banda portuense, mas Rui Reininho revela à NiT que tem estado a escrever.

O vocalista dos GNR respondeu ao nosso questionário sobre o confinamento com a sua ironia e humor mordaz característicos. Leia as respostas de Rui Reininho.

Com quem é que está a passar o confinamento?
Quem? Como? 

Qual é a série de televisão que está a ver neste momento?
Neste momento está apagada: estou a ler e a escrever…

Recomende-nos um livro que nunca devemos ler durante a pandemia.
O dos nazis daquele senhor que pisca o olho na RTP… deve ser mais angustiante do que os diretos hospitalares.

Aproveitou este período para ver algum filme clássico?
Everyday!

Qual é a peça de roupa que mais repetiu durante este dias?
A máscara…

Conte-nos o motivo da sua maior discussão familiar nesta fase.
Os penalties sonegados e os não convertidos.

Depois deste confinamento, qual é a comida que nunca mais vai querer ver à frente?
Lentilhas.

Tem feito algum tipo de exercício físico?
Gastrointestinal.

Qual é o local da cidade de que tem mais saudades?
Da Japonesa e do Café Lusitano.

Conte-nos aquele momento em que o tédio o levou a fazer o impensável.
Tentar acompanhar a linha de pensamento do Paulinho Futre e do Sr. Chicão… Sem som, claro!

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT