Música

Super Bock Super Rock pode ser cancelado por causa do plano de contingência

Governo e organizações analisam alterações às regras atuais dos eventos. Responsáveis pelo SBSR afastam essa possibilidade.
Agora, a culpa é do calor.

Desde a meia-noite desta segunda-feira, 11 de julho, que Portugal se encontra em situação de contingência. Este período de alerta irá manter-se, pelo menos, até sexta-feira, 15 de julho. Em causa está a situação meteorológica com temperaturas muito elevadas e risco de incêndios rurais.

De acordo com António Costa, o primeiro-ministro, a situação pode fazer com que grandes eventos marcados para esta semana, como é o caso do Festival Super Bock Super Rock, tenham de ser relocalizados, adiados ou mesmo cancelados. 

“Há uma proibição geral de qualquer atividade em áreas florestais. Neste momento o ministro da Administração Interna está em contacto com os organizadores desses eventos para assegurar que a parte desses eventos que ocorre em zona florestal não ocorra em zona florestal, de forma a que não se ponha em perigo esta situação. Nestas condições climáticas não é possível abrir qualquer tipo de exceção”, avisou o chefe do Governo, citado pela “Renascença”.

Em declarações aos jornalistas, Costa avançou também que José Luís Carneiro, ministro da Administração Interna, já se encontra em conversações com as entidades organizadoras para procurar uma solução.

Organização do festival afasta preocupações

A organização do Festival Super Bock Super Rock, que arranca esta quinta-feira, 14 de julho, e se estende até dia 17, na Herdade do Cabeço da Flauta, um terreno localizado entre a lagoa de Albufeira e a praia do Meco, já se manifestou sobre a situação, afirmando que está articulada com a Proteção Civil, no atual quadro de “estado de contingência”.

“Está tudo articulado com a proteção civil, bombeiros e segurança privada. Vai haver reforço de bombeiros e segurança para vigiar o campismo”, além de “duas viaturas de intervenção rápida” aí estacionadas, garantiu à “Lusa” o promotor Luís Montez, da Música no Coração, responsável pelo evento.

Aqui citado pela “SIC Notícias”, Montez adiantou ainda que haverá uma “revista rigorosa à entrada” e que será “completamente proibido cozinhar” na área de campismo. “A zona de restauração no recinto abre ao meio-dia para quem não for para a praia”, acrescentou.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT