música

Tragédia no festival de Travis Scott termina com a morte de 8 pessoas

O evento arrancou na sexta-feira com um incidente durante a atuação do rapper. Há relatos de pessoas injetadas com droga.
O festival de Travis Scott acabou por ser cancelado.

O festival anual de Travis Scott acabou em tragédia. Logo na primeira noite do Astroworld, esta sexta-feira, 5 de novembro, um movimento repentino da multidão levou a que várias pessoas ficassem feridas. Na altura estava a começar o concerto do rapper que acabou por ser cancelado. Dezenas de pessoas foram assistidas no local, outras enviadas para o hospital. O balanço oficial dá conta de oito mortes.

Sylvester Turner, mayor da cidade de Houston, onde decorria o evento, disse que as vítimas tinham entre 14 e 27 anos. Ainda está a decorrer uma investigação para se perceber ao certo o que aconteceu neste festival que juntou 50 mil pessoas na cidade natal de Travis Scott.

Há relatos de pessoas a cair inconscientes no chão e que isso pode ter provocado o pânico geral e o movimento de massa que se seguiu. A polícia investiga também a possibilidade de pessoas terem sido drogadas sem saberem, através de injeções. As autoridades ainda não confirmaram, mas estão a ser feitas análises às vítimas, inclusive a quem estava ferido e chegou a ser assistido.

Segundo a CBC News, pelo menos 11 pessoas deram entrada nos hospitais com paragem cardíaca. 

Travis Scott, o responsável pelo evento, utilizou as redes socias para deixar uma mensagem de apoio às famílias das vítimas. “Só quero enviar orações para aqueles que perdemos. Agora estamos a trabalhar para identificar as famílias e ajudá-las neste momento difícil”, disse o rapper numa sequência de instastories.

“Os meus fãs significam mesmo muito para mim e só lhes quero proporcionar experiências positivas. Nunca imaginaria tal situação. Estou honestamente devastado e nunca poderia imaginar que acontecesse algo assim. Vou fazer o que puder para vos manter atualizados e informados sobre o que está a acontecer. Amo-vos a todos”, continuou.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT