Teatro e exposições

Paula Rego é uma das 25 mulheres mais influentes do mundo, diz o “Financial Times”

O jornal britânico destaca a artista nacional e coloca-a ao lado de nomes como Frances Haugen, a denunciante do Facebook.
Paula Rego tem 86 anos.

Ao lado de nomes como o de Frances Haugen, a denunciante do Facebook, e Nacy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, surge Paula Rego. A pintora portuguesa foi considerada pelo “Financial Times” uma das 25 mulheres mais influentes do mundo.

A lista do jornal britânico foi conhecida esta quinta-feira, 2 de dezembro. Foi elaborada por jornalistas do “Financial Times” de todo mundo, mas também em conjunto com personalidades que já tinham sido distinguidas em anos anteriores.

As suas imagens intensas e contundentes — sombriamente sexuais, profundamente nefastas, repletas de drama, violência e simbolismo, inspiradas na fantasia e no mito e, ao mesmo tempo, a celebrar o a esplêndida riqueza da vida — inspiram-se na sua criação e também na sua vida”, descreve o jornal sobre o trabalho da artista portuguesa.

Este ano expôs no Tate Britain, em Londres, trabalho que “selou a sua reputação”, escreve Jan Dalley, a editora de artes do “Financial Times” responsável pelo texto sobre Paula Rego publicado nesta lista.

A artista portuguesa, de 86 anos, esteve infetada com Covid-19 e recuperou. Atualmente vive em Londres onde no final de novembro foi vista de cadeira de rodas a visitar a exposição “The Forgotten”, na Victoria Miró Gallery. 

Na lista das mulheres mais influentes do mundo estão outros nomes como: Ngozi Okonjo-Iweala, diretora-geral da Organização Mundial de Comércio; Mary Barra, CEO da General Motors; Mariam Al-Mahdi, política do Sudão; Kate Bingham, da taskforce britânica; ou Tsai Ing-Wen, presidente do Taiwan.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT