Teatro e exposições

Arquivo Ephemera vai ganhar novo espaço em Arroios

A iniciativa resulta de uma parceria com a Junta de Freguesia e vai aceitar itens de todos os tipos para o novo espólio.
A nova localização fica em Arroios.

Embora ainda não haja uma data oficial de inauguração, com as previsões a apontarem para maio, já se sabe que o Arquivo Ephemera vai ganhar uma nova localização em Lisboa. “Estão suspensas as recolhas na Livraria Ler Devagar. Muito em breve abrirá um novo espaço para receber novos documentos em Arroios, no Mercado do Forno do Tijolo”, escreveu a Associação Cultural Ephemera, no seu site.

A iniciativa resulta de uma parceria com a Junta de Freguesia. “Tudo o que temos fica à disposição dos fregueses de Arroios. Isto significa exposições, debates, publicações e um posto de recolha que pode contribuir para preservar muito que, por falta de espaço, conhecimento, recursos e gente, acaba por desaparecer”, diz José Pacheco Pereira, historiador e fundador do projeto Ephemera, à revista da Junta de Freguesia de Arroios numa entrevista partilhada esta terça-feira, 16 de abril.

“Temos a certeza de que a nossa colaboração vai ser frutuosa para todos os que aqui vivem, que vão poder aceder a uma memória viva e que, pode não parecer à primeira vista, mas que nos muda”, acrescenta.

No novo espólio vão ser aceites vários itens, desde “correspondência amorosa, aerogramas enviados da guerra colonial, fotografias de casamentos, recibos de casas comerciais extintas, menus de restaurantes, partituras de fados, manuscritos com poemas e diários, quer dos de ‘cima’ quer dos de ‘baixo’.”

Atá agora, o Arquivo Ephemera já conta com “cerca de seis quilómetros lineares de estantaria, cerca de 250 mil títulos de livros, muitas centenas de milhares de panfletos e folhetos de cerca de 100 países, dezenas de milhares de cartazes e de fotografias e milhares de objetos”. “Tudo isto se encontra em vários armazéns em várias localizações pelo país fora, o que significa que há um problema de dispersão”, refere José Pacheco Pereira. As doações podem surgir de particulares ou entidades públicas e privadas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT