Teatro e exposições

Ativistas ambientais despejam sopa em quadro icónico de Van Gogh

Aconteceu esta sexta-feira, 14 de outubro, na National Gallery, em Londres. A pintura está avaliada em mais de 80 milhões de euros.
O quadro não foi danificado

O objetivo: criticar a exploração de combustíveis fósseis e, por conseguinte, a inação dos políticos perante a crise climática. O método: atirar sopa para cima de uma das grandes obras-de arte deixadas por Vincent van Gogh.

O incidente, que ficou integralmente registado em vídeo, mostra duas ativistas a atirarem sopa sobre “Girassóis”, a obra do pintor holandês que está em exposição na National Gallery, em Londres. Não satisfeitas com a manobra, as ativistas despejaram cola nas mãos e fixaram-se à parede.

Enquanto dezenas de pessoas assistiam a tudo, uma das ativistas interpelou-os: “O que é que vale mais? A arte ou a vida? [A arte] vale mais do que a comida? Do que a justiça?”

Perante o olhar preocupado dos visitantes, a ativista continuou. “Estão mais preocupados com a proteção de uma pintura do que com a proteção do planeta e das pessoas?”

Felizmente, a pintura, avaliada em mais de 80 milhões, estava protegida por um vidro e não sofreu qualquer dano. Perante o espanto, as protagonistas do protesto questionaram: “Estão mais preocupados com a proteção de uma pintura ou com a proteção do nosso planeta e das pessoas?”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT