Teatro e exposições

Bordalo II espalha obras de arte feministas pela cidade

Semáforos e sinais de trânsito alterados ou instalações no Campus de Justiça. “Vivemos numa sociedade machista”, alerta o artista.
Bordalo II publicou várias imagens.

Depois de chamar à atenção para os abusos sexuais na igreja através de instalações artísticas irreverentes, desta vez Bordalo II centrou-se nos direitos da mulher na nossa sociedade. Esta terça-feira, 1 de novembro, partilhou várias imagens de semáforos e sinais de trânsito alterados, ou de instalações no Campus de Justiça — tratam-se de atos que enaltecem a condição feminina ou que, de forma irónica, apontam o dedo às desigualdades.

“Vivemos numa sociedade machista e conservadora, onde a luta pelos direitos da mulher ainda é uma constante. A desigualdade, a ‘cultura’ de violência e a objetificação da mulheres é uma realidade um pouco por todo o mundo. Nuns sítios acontece pontualmente, noutros é como se ainda fossemos homens das cavernas”, escreveu o artista numa publicação.

E acrescentou: “Como se este cancro social não bastasse, o sistema judicial continua a falhar às mulheres e é o (sem) número de vítimas que o comprovam. O sistema não as protege, não salvaguarda nem faz cumprir os seus direitos e, muitas vezes, parece estar do lado o agressor. Temos casos de juízes e juízas misóginos, a proferir barbaridades sobre se a vítima “fez por merecer”. Tudo isto contribui para um sentimento de injustiça, impotência e medo — de que nem a lei defenderá os seus direitos mais fundamentais. Liberdade, Igualdade, Respeito.”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT