Teatro e exposições

Centro Interpretativo do 25 de Abril ficará instalado no Terreiro do Paço

"Queremos usar todas as tecnologias disponíveis hoje para que contar o que ali aconteceu e como", revelou Vasco Lourenço.
Deverá abrir em 2026.

É daqui a cerca de um mês e meio que Portugal celebra os 50 anos do 25 de Abril de 1974. Esta data, contudo, merece ser celebrada não só em 2024, mas também nos anos seguintes. 

É por isso que será instalado, em 2026, o Centro Interpretativo do 25 de Abril em Lisboa, mais especificamente no Terreiro do Paço. Vai ficar instalado no edifício do Ministério da Administração Interna, revelou Vasco Lourenço, presidente da Associação 25 de Abril, num encontro com a imprensa, aqui citado pela SIC Notícias.

“Já estamos a trabalhar nos conteúdos. Somos os responsáveis pela implementação, não queremos ser os donos”, explica, referindo que as obras na praça ficarão por conta da entidade, com ajuda da Associação Turismo de Lisboa.

“Queremos usar todas as tecnologias disponíveis hoje para que contar o que ali aconteceu e como aconteceu”, acrescenta. O objetivo do espaço museológico interativo é deixar um testemunho duradouro daquele episódio da nossa história. “É preciso que se saiba como era o nosso País, e porque foi necessário fazer o 25 de Abril”, realça.

No âmbito desta celebração, será também reaberto o Museu Nacional Resistência e Liberdade, na Fortaleza de Peniche, a 27 de abril deste ano (data em que, em 1974, foram libertos os presos políticos).

A programação para assinalar os 50 anos da revolução dos Cravos não se ficam por aqui. As comemorações incluem diversas iniciativas por todo o País. Leia este artigo da NiT e conheça-as.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT