Teatro e exposições

Gala Abraço regressa ao formato presencial: com muito glamour e ainda mais glitter

O evento será apresentado por Leonor Poeiras e Deborah Kristall e contará com uma atuação de Blaya.
É tudo por uma boa causa.

Em 2020, devido à pandemia, os palcos dos maiores eventos do ano foram trocados pelo sofá de casa. Mas, com o desconfinamento o formato presencial voltou a ser a norma para a maioria dos eventos. No Dia Mundial da Luta Contra a Sida, a 1 de dezembro, o Teatro Municipal São Luiz reabre as suas portas para a 29.ª edição da Gala Abraço, o maior espetáculo de transformismo em Portugal, que reúne travestis, drag queens, pessoas transgénero, artistas LGBTQIA+ e apoiantes da causa. O início está marcado para as 20 horas.

A gala destaca a importância da inclusão e da solidariedade e dá lugar, desde 1992, à oportunidade ideal para lutar contra o estigma e preconceito e apoiar o trabalho realizado pela Associação Abraço, que desde a sua fundação, presta apoio a pessoas que vivem com VIH/SIDA.

“Esta edição marca o regresso ao palco, uma vez que no ano passado fomos impedidos de realizar a gala no teatro São Luiz e adaptámo-nos através da realização de uma versão online do evento. Na próxima quarta-feira, dia 1, voltamos a ver de perto todo o glamour, o brilho, as purpurinas e o poder contagiante dos artistas transformistas, que só é possível sentir ao vivo — e também reforçamos a mensagem de igualdade, inclusão e solidariedade patente na gala e na luta contra o estigma e preconceito relacionado com o VIH/SIDA, sentido pela comunidade e pelas respetivas famílias”, diz Cristina Sousa, presidente da associação, à NiT.

A edição deste ano será apresentada por Leonor Poeiras e pela drag queen Deborah Kristall. O evento contará com 20 atuações de transformistas, sendo que dez estarão a concurso nas categorias de Melhor Atuação da Noite e Melhor Imagem, que tem como júri a humorista conhecida como Bumba na Fofinha, Raquel Tillo e Tânia Graça. O palco irá receber ainda as atuações de Blaya, Gonçalo Salgueiro e Flávio Gil.

Além disso, o público pode assistir à mais recente produção da revista à Portuguesa “Vamos ao Parque”, do Teatro Maria Vitória, que conta com a participação de Paulo Vasco, Dora, Miguel Dias, Ana Lopes Gomes e Pedro Silva.

Os bilhetes estão à venda nos locais habituais a partir dos 11€ e podem também ser adquiridos na BOL.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT