Teatro e exposições

Lisboa vai acordar com mais cor graças a esta exposição — mas ninguém sabe onde será

O objetivo da organização é que todos vejam as peças em primeira-mão. Inclui um artista surpresa só será revelado no próprio dia.
Mar é um dos artistas.

As ruas monótonas ganham muitas vezes uma nova vida e aspeto graças à street art (ou arte urbana). Surge com diferentes formas e é os materiais usados são vários, mas esta diversidade não se deve à vaidade dos artistas — que muitas vezes se mantêm anónimos. É, sim, uma forma de manifestação.

“Existe outra vertente nos dias de hoje que é o muralismo. É feito com permissão e acontece muito aqui em Lisboa. A street art é uma forma de manifestação. Aqui fazemos as coisas e pedimos permissão depois”, conta-nos Kampus, um artista de arte urbana que organizou uma nova exposição com um conceito bastante diferente do habitual.

Por norma, a inauguração de novas exposições envolve uma ampla divulgação. Sabemos datas, horas, locais e duração das mesmas. Não é isso que vai acontecer na “Permission”. Na verdade, a única coisa que sabemos é o dia em que será inaugurada: 18 de junho. O local? Por enquanto, ainda só é conhecida a localização (bem) geral onde irá decorrer — Lisboa. A área específica apenas será revelada no próprio dia. “Na arte urbana nunca sabemos o que vai acontecer”, resume.

“Estamos a tentar manter o local em segredo, para manter as peças frescas, para ninguém ir lá tirar fotografias. Vamos instalar as peças na noite anterior”, explica Kampus. Deixa, contudo, uma pista: “as pessoas já passaram por este sítio”.

Além de Kampus, a mostra contará com 15 outros artistas e 14 já foram anunciados. O último será mantido em segredo até ao próprio dia. “Juntei algumas pessoas que conhecia, expliquei a ideia, convidei outras que conheci durante o processo e também artistas novos. Comecei por falar com os meus amigos, depois os meus amigos contaram aos amigos. Maior parte das pessoas já fizeram coisas na rua e estão mais à vontade, outros não. É isso que dá piada à exposição, aquele medo miudinho”, explica Kampus. “Sem dúvida, que se isto correr bem e a malta gostar, repetiremos.”

Alguns dos artistas já criaram as peças em casa e irão montá-las na noite anterior no local. Kampus não é um deles. Já tem um plano do que irá fazer, mas a obra só será verdadeiramente criada na véspera. “Quando me sentar a desenhar vejo a forma como o meu trabalho vai interagir com o espaço”, comenta.

Da mesma forma que muitas peças de arte urbana não vivem por muito tempo, não saberemos durante quanto tempo estas estarão expostas. No dia da inauguração, vai poder contar com música, bebidas e give-aways de prints dos artistas. O leque de artistas conta com Mar, The Yellow Jackets, Ricardo Romero, Malibu Ninjas, Fuer Panda, All Earth, Kampus, Mesk, Miquelob, Nature The Artist, Restless, Close, Grau, Golden Boy e, por último, o artista mistério — mas que, com certeza, agradará todos os fãs de street art.

Para descobrir o local exato da mostra, basta acompanhar o Instagram da “Permission”. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT