Teatro e exposições

Marina Abramovic vai recriar “A Artista Está Presente” para ajudar a Ucrânia

A artista vai voltar a sentar-se frente a frente, em silêncio total, com estranhos, numa galeria de Nova Iorque.

Em 2010, o mundo da arte parou para tentar compreender e absorver a curiosa performance de Marina Abramovic. A artista sérvia colocou duas cadeiras, frente a frente, no átrio do Museu de Arte Moderna em Nova Iorque — e durante vários meses, enfrentou em silêncio quem ali se quisesse sentar.

Qualquer visitante do museu podia ocupar a cadeira e olhar Abramovic nos olhos. Por lá passaram milhares de curiosos, desconhecidos, e alguns famosos como Lou Reed ou Bjork. A peça de arte performativa recebeu o nome de “The Artist is Present”, “A Artista Está Presente”.

Doze anos depois, Abramovic decide fazer renascer o projeto com o objetivo de angariar dinheiro para apoio humanitário na Ucrânia. Voltará assim a Nova Iorque, desta vez à Sean Kelly Gallery, numa parceria com a Artsy.

“Não é só a Ucrânia. Somos todos nós. É a humanidade. É a possibilidade de enfrentarmos uma terceira Guerra Mundial com armas nuclear. É algo sobre o qual todos temos que fazer alguma coisa e eu só posso usar as minhas próprias ferramentas, a minha arte”, explicou a artista sérvia.

Desta vez, a performance vai funcionar de forma diferente. Será no formato de leilão, sendo que só poderá sentar-se à sua frente quem pagar pela possibilidade. O evento terá lugar a 16 de abril.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT