Teatro e exposições

Mulheres não pagam para visitar museus, monumentos e palácios nacionais a 8 de março

Há 25 equipamentos culturais envolvidos na iniciativa da Direção-Geral do Património Cultural. Alguns têm programação temática.
O Palácio Nacional de Mafra está na lista.

Nesta terça-feira, 8 de março, celebra-se o Dia Internacional da Mulher. Como é habitual, multiplicam-se as iniciativas que assinalam a data em que se recordam as muitas lutas feministas que ocorreram ao longo dos anos. Uma delas chega através da Direção-Geral do Património Cultural, que tornou gratuita a entrada nos museus, monumentos e palácios nacionais para todas mulheres durante este dia. 

O Museu Soares dos Reis e o do Carro Elétrico, ambos no Porto, o Museu do Traje, da Música, dos Coches e o Palácio de Mafra, em Lisboa, o Museu José Malhoa e o da Cerâmica, nas Caldas da Rainha, e o Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, em Coimbra, estão entre os 25 equipamentos culturais incluídos nesta ação. Muitos destes espaços têm programação alusiva à efeméride.

É o caso do Museu Nacional da Música, por exemplo, no qual tem lugar uma conversa entre a soprano Ana Paula Russo, a pianista Cristina Aleixo, a guitarrista Luísa Amaro e a violoncelista Raquel Reis, com moderação de Graça Mendes Pinto. Já no Museu Nacional dos Coches, as celebrações incluem visitas, ateliês e conversas sobre as mulheres da corte, que arrancam às 10 horas e se estendem até às 16h30.

Um concerto de música sacra em torno do universo feminino, a realizar no Palácio Nacional de Mafra, e uma visita temática que incide sobre obra da exposição permanente do Museu Nacional Machado de Castro, em Coimbra, numa articulação com o Plano Nacional das Artes, também fazem parte do calendário.

O programa completo pode ser consultado online, assim como os diferentes horários das instituições.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT