Teatro e exposições

Museu do Neo-Realismo celebra três décadas com nova exposição

A mostra conta com curadoria de David Santos, Odete Belo e Fátima Pires e poderá ser visitada até 31 de janeiro.
O Museu do Neo-Realismo celebra o 30.º aniversário

O Museu do Neo-Realismo, em Vila Franca de Xira, celebra este ano o 30.º aniversário. A data será assinalada este sábado, 9 de dezembro, com duas sessões evocativas. A primeira está marcada para as 15 horas e contará com a presença de António Mota Redol, António Pedro Pita e David Santos.

A segunda arranca 60 minutos depois, às 16 horas, e será dedicada ao centenário do nascimento do poeta, ensaísta, romancista Júlio Graça. Figura destacada da vida cívica e intelectual do concelho, Graça foi responsável pelo espaço museológico entre 1998 e 2002. A sessão contará com a presença de António Mota Redol, António Pedro Pita, Dina Alenquer e David Santos — e incluirá a inauguração da mostra dedicada aos 30 anos da instituição.

As atuais instalações do Museu do Neo-Realismo foram inauguradas a 20 de outubro de 2007. De autoria do Arquiteto Alcino Soutinho, o novo edifício veio concretizar uma das grandes prioridades da política cultural do município de Vila Franca de Xira, criando as condições para a implementação de um projeto museológico mais ambicioso e de âmbito nacional.

Este espaço tem como função incorporar, preservar e dar a conhecer o trabalho dos artistas e escritores neorrealistas. Com esta atividade, é pretendido preservar a memória do que foi o movimento neorrealista, um dos mais importantes da história e da arte portuguesa do século XX.

Além de preservar, existe também a tentativa de olhar para as novas gerações de artistas e para a ligação do movimento com a produção artística e literária contemporânea.

A exposição vai estar patente até 31 de janeiro e é de entrada livre. Pode ser visitada de terça a sexta-feira e domingo entre 10 e as 18 horas, aos sábados encerra uma hora mais tarde, às 19 horas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT