Teatro e exposições

Quadros com tudo, a lista de compras e outros momentos épicos de “Como é que o Bicho Mexe?”

Bruno Nogueira regressou este fim de semana com mais duas emissões dos seus diretos no Instagram. Saiba o que aconteceu.
Bruno Nogueira é o criador deste projeto.

Estava prometido. Depois de um regresso no primeiro fim de semana com o novo Estado de Emergência, Bruno Nogueira já tinha confirmado que ia regressar no fim de semana seguinte para mais uma emissão de “Como é que o Bicho Mexe?” — talkshow improvisado criado de forma espontânea na altura do primeiro confinamento, na primavera, quando a grande maioria dos portugueses foi para casa e o humorista começou a partilhar os seus pensamentos através de uma série de diretos no Instagram, aos quais se foram juntando vários convidados.

Assim, esta sexta-feira e sábado, 20 e 21 de novembro, Bruno Nogueira voltou a estar em direto a partir do seu escritório, com um copo de vinho na mão, à frente da sua estante de livros — no domingo, como já tinha sido deixado no ar, não houve programa, até para os fãs “descansarem” antes de mais uma semana de trabalho.

Por causa das diferentes medidas de restrição nesta renovação do segundo Estado de Emergência, tendo em conta as diferenças entre concelhos, o humorista disse que não fazia muito sentido continuar com as emissões semanais de “Como é que o Bicho Mexe?” — e, basicamente, que logo se via quando era o momento de voltar.

Se não conseguiu assistir a todas as horas de diretos deste fim de semana ou simplesmente quer recordar alguns dos melhores momentos dos últimos dois dias, consulte este guia da NiT. Como é que o bicho mexeu?

Um Quadros a partir tudo, o Satisfyer orgásmico e o frigorífico de Filipe Melo

Na sexta-feira, Bruno Nogueira iniciou o seu habitual monólogo de abertura a falar da nova polémica sobre a realização do congresso do PCP, criticou André Ventura e a sua hipocrisia ao marcar o conselho nacional do Chega para o mesmo dia depois de ter criticado o PCP (que entretanto foi desmarcado, mas afinal nunca tinha sido marcado) e, claro, vociferou sobre a terceira vaga da pandemia já antecipada por Marcelo Rebelo de Sousa — que poderá chegar em janeiro ou fevereiro. “É que uma pessoa está em plena segunda vaga e não consegue aproveitar”, comentou Bruno Nogueira ironicamente.

Os últimos dias ficaram também marcados pelo lançamento da Playstation 5 — e a Sony tratou de enviar consolas a algumas pessoas, onde se inclui Bruno Nogueira, que fez questão de agradecer e dizer que vai aproveitar o confinamento de “sémen nos comandos”.

Neste fim de semana não se falou muito de Paulo, a namorada misteriosa de Nuno Markl, mas o habitual primeiro convidado de cada emissão de “Como é que o Bicho Mexe?” chegou com novos temas. O primeiro? As suas unhas. Markl diz que tem, desde sempre, o hábito de as roer. Inspirado pelo amigo Filipe Melo, que recentemente também largou esse costume antigo, Markl aceitou deixar de roer as unhas (que neste momento se parecem com “cotos”, diz Bruno Nogueira).

Para isso, está a usar um porta-chaves de rinoceronte que é uma espécie de bolinha de stress que se aperta — e quando isso acontece, sai pelo rabo do animal uma bola castanha. Além disso, houve uma aposta. Se Nuno Markl não conseguir deixar de roer as unhas até ao final do ano, tem de ir a pé desde a Parede até à casa de Filipe Melo, perto do centro comercial El Corte Inglés, em Lisboa, e pagar 45€. Se conseguir, é Filipe Melo quem tem de o fazer. Ficamos à espera de mais desenvolvimentos neste tópico.

De seguida, foi a vez de Markl experimentar um aparelho que é um tradutor automático — basta dizer uma frase e escolher a língua que o aparelho traduz em voz alta. Na verdade, é algo que o tradutor da Google já faz, mas deu para Bruno Nogueira e Nuno Markl dizerem frases recheadas de vernáculo e traduzirem para línguas nobres como o francês ou o italiano. Daniela Melchior foi invocada para também sugerir uma frase.

A seguir, foi a vez de se recuperar o tema do Satisfyer — o brinquedo sexual feito para dar prazer ao clitóris e que, depois de um vídeo hilariante de Bumba na Fofinha, se tornou mais conhecido. Inês Aires Pereira recebeu um do seu companheiro. Partilhou a sua experiência com o dito cujo, que consegue atingir o orgasmo feminino em 17 segundos — e mais tarde Beatriz Gosta também apareceria para partilhar sem filtros as suas vivências com o Satisfier, além da própria Bumba na Fofinha.

Ainda se tentou fazer uma ligação à mãe de Bruno Nogueira, mas a rede não tem ajudado e, por isso, mais uma vez, não foi possível falar com ela na sexta-feira. Assim, voltou-se ao tema dos brinquedos sexuais e Bruno Nogueira convocou Nuno Lopes para falarem sobre o traseiro sintético que recebeu em casa (e que ainda não experimentou). Lopes garantiu que quer muito experimentar, sobretudo agora que está numa fase mais difícil e solitária — o ator revelou também que tem estado em ensaios para o novo filme de João Canijo.

O melhor ficou guardado para o final. João Quadros apareceu bastante alterado em direto — “Tu estás num sítio”, disse Bruno Nogueira, enquanto tentava conter algum constrangimento — o que deu origem a cinco minutos surreais de conversa, que só terminaram com Quadros a declarar-se à mãe de Nuno Markl.

Markl voltou a aparecer em cena para mais um dos seus famosos karaokes — desta vez, interpretou “Maniac”, de Michael Sembello, que foi tão bom que Bruno Nogueira até decidiu abandonar o escritório. O encerramento, como é habitual, ficou a cargo do piano de Filipe Melo — mas não sem antes Pimpão mostrar todo o interior do seu frigorífico semi-vazio. Porque não?

Os óculos de Nuno Markl, o sonho carnal de Rita Blanco e a lista de compras da mãe de Bruno Nogueira

Algumas horas depois de o primeiro-ministro, António Costa, ter anunciado as novas medidas do Estado de Emergência, Bruno Nogueira reagiu a quente, dizendo que se trata de uma enorme confusão — com medidas diferentes para vários concelhos e para os diferentes dias da semana, incluindo fins de semana e feriados. 

Além de criticar a comunicação do governo, voltou a falar do congresso do PCP e do conselho do Chega, e acabou por ir parar à manifestação do setor da cultura que aconteceu este fim de semana no Campo Pequeno. Bruno Nogueira criticou a postura do governo, e de outros executivos anteriores, em relação ao setor da cultura. Acusou os governantes de terem uma posição de só darem atenção à área porque tem pessoas conhecidas — e não por haver uma genuína preocupação e valorização do setor. 

O momento mais sério foi interrompido quando Rita Blanco foi convidada a contar o sonho carnal e platónico, passado em pleno deserto de Marrocos, que teve na noite anterior (e que levou até ao fim).

A seguir, um dos grandes momentos do fim de semana: finalmente, a mãe de Bruno Nogueira conseguiu uma ligação de Internet estável para uma conversa entre mãe e filho. Que rapidamente foi parar à lista de compras que Luísa deseja que Bruno compre e lhe traga a casa.

Tostas, bolachas de manteiga, iogurtes (com validade até dezembro), Nestum de mel, batatas, azeite, arroz agulha, bananas e um chocolatinho de leite foram alguns dos itens que Bruno Nogueira anotou em direto, durante longos minutos. A conversa foi tão natural que a mãe de Bruno Nogueira rapidamente se esqueceu de que estavam mais de 70 mil pessoas a assistir. As audiências neste fim de semana atingiram, no auge da noite, as 75 mil pessoas a ver em simultâneo.

Corta para Inês Aires Pereira que, depois de um espetáculo matinal de “Avenida Q”, e a revelação de que vai ser atriz num novo projeto da TVI à tarde, ainda teve tempo (e energia) para uma participação em “Como é que o Bicho Mexe?”. Acontece que a sua criança estava a passar a noite fora e, segundo a própria (e Nuno Markl), Inês estava ligeiramente embriagada, e a divertir-se com as luzes que mudavam de cores. Chegou mesmo a correr pela casa, num momento de liberdade por não ter de evitar fazer barulho para não acordar a filha.

Eis que chegou a vez de Nuno Markl ser convocado para a conversa. Rapidamente foi parar ao seu estado atual de beleza — que Bruno Nogueira considera ser como uma espécie de Benjamin Button. Ou seja, começou como “um resto de comida de três dias em que o molho está naquele estado de gelatina” e ao longo dos anos esse molho de carne tem vindo a derreter, tornando-se numa refeição apetitosa. É, portanto, um elogio à aparência atual de Nuno Markl.

Markl relembrou que em julho de 2021 vai celebrar o aniversário redondo dos 50 anos e que gostaria de fazer uma festa com insufláveis para adultos — Bruno Nogueira torceu o nariz, mas rapidamente o tema foi até às experiências de ambos no Bounce, sobretudo as de Markl, que contou como se magoou ao mergulhar num dos trampolins deste parque em Alfragide.

Bruno Nogueira sugeriu que Markl devia celebrar loucamente os 50 anos numa festa exclusiva para oito ou dez pessoas no meio do nada, como “numa casa no Gerês” — e ficou no ar a ideia de ser o próprio a organizar a festa. Depois, Nuno Markl revelou que tem um segundo par de óculos em casa, que reencontrara há pouco tempo, e ficou na dúvida sobre se gostava ou não.

Estava lançado o debate. Bruno Nogueira convocou Capicua, Beatriz Gosta e Nuno Lopes para darem o seu parecer sobre se Markl deveria usar ou não aqueles segundos óculos — que lhe dão uma certa leveza e combinam com a cor do cabelo e da barba, embora sejam ligeiramente pequenos, disseram as conclusões. E ainda antes de Filipe Melo encerrar a sessão de sábado, Beatriz Gosta revelou que gosta de levar para casa tudo o que há nos camarins por onde passa, desde as garrafinhas de água que dão muito jeito para o treino às bananas ou aos guardanapos duplos. Nada escapa às suas mãos.

“Como é que o Bicho Mexe?” tem regresso prometido, mas ainda sem data — certo é que não vai haver emissões durante as próximas duas semanas. Depois, como sempre, logo se vê. A boa notícia é que esta terça-feira, 24 de novembro, vai ser lançado o serviço de streaming OPTO, da SIC, que vai conter um documentário sobre a  edição especial de Natal — aconteceu em maio, quando se começou a desconfinar — em que mais de 170 mil pessoas estiveram a assistir ao vivo enquanto Bruno Nogueira e companhia percorriam as ruas da Grande Lisboa rumo ao Coliseu dos Recreios, com vários momentos épicos pelo caminho.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT