Teatro e exposições

Uma enorme coruja: a nova obra de arte de Bordalo II em Coimbra

A peça está na fachada do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, e está dividida em duas partes.
A peça foi inaugurada a 17 de janeiro.

Desde segunda-feira, 17 de janeiro, que há uma nova obra de arte de Bordalo II em Coimbra. O artista urbano português ocupou a fachada do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra com uma coruja dividida ao meio — uma parte tem cores, a outra não. Simboliza o conhecimento.

A peça está integrada na série “Big Trash Animals – Neutral”, que Bordalo II tem feito para promover o conceito de sustentabilidade e a consciencialização em relação ao tema das alterações climáticas.

“Para mim, fazer um trabalho numa universidade em que se cultiva tudo o que deve ser a base de uma sociedade sustentável é importante, porque o meu trabalho é precisamente chamar a atenção e tocar em pontos relevantes. [Esta obra] é uma coruja nova, com as pernas esticadas, a tentar alcançar os seus objetivos. Há uma divisão na peça, com um lado mais clássico, que se agarra melhor a estas paredes mais antigas, e outro lado mais direcionado ao futuro, mais colorido, onde nascem novas ideias e novas problemáticas, para que tudo funcione melhor no futuro”, explica Bordalo II sobre a obra.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT