Teatro e exposições

“Used to Be”: a nova exposição de arte urbana para ver em Lisboa

É uma mostra dos espanhóis PichiAvo para conhecer até ao final do ano na Underdogs Gallery, de Vhils. A entrada é gratuita.
A entrada é livre.

A 11 de novembro foi inaugurada na Underdogs Gallery, em Lisboa, uma exposição da dupla espanhola PichiAvo. Trata-se de “Used to Be”, uma mostra que, tal como nos trabalhos anteriores dos dois artistas, volta a cruzar a linguagem urbana e contemporânea do graffiti com a arte clássica greco-romana.

“Através de um corpo de trabalho inteiramente novo, a exposição sintetiza e materializa questões ligadas ao uso do espaço público, a efemeridade, o acaso e a integralidade da obra de arte sob a forma de uma encenação que coloca o passado em diálogo com o presente”, pode ler-se na descrição oficial da exposição.

“Used to Be” tem três conjuntos de obras: fragmentos de parede com pinturas, fragmentos de parede com desenhos — ambos sobre placas de reboco com gesso —, e um grupo de bustos fragmentados. As peças são feitas, e estão dispostas, como se fossem artefactos encontrados num contexto arqueológico.

É ainda descrita como um “simulacro que mexe com a nossa perceção e nos convida a refletir sobre a arte e o património artístico, sobre a longevidade e a conservação, sobre o colecionismo, o valor dos objetos e a sua importância histórica”.

Na mesma semana de novembro foi inaugurada outra exposição na galeria de Marvila: “Renascimento Street”, de Onun Trigueiros, artista emergente do coletivo Unidigrazz, da Linha de Sintra. Onun Trigueiros usa os azulejos — tradicionais na arte nacional — para ilustrar o seu quotidiano suburbano e periférico, representando pessoas e elementos que convencionalmente não são vistos como objetos de arte.

A mostra, que está no espaço Cápsula, é descrita pela Underdogs Gallery como “uma convergência e diálogo entre passado e presente, entre tradição e inovação, entre periferia e centro, entre marginal e normativo, que o artista partilha com o público, abrindo as portas do seu universo e convidando-nos a fazermos parte da sua rua, destes seus quadros do dia a dia, destes seus renascimentos”.

Ambas as exposições estão patentes até 30 de dezembro. A entrada é gratuita. A Underdogs Gallery pode ser visitada de terça-feira a sábado, das 14 às 19 horas.

Carregue na galeria para ver imagens.

 

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT