Televisão

A Amazon Prime Video vai produzir uma série original luso-espanhola

"Operação Maré Negra" vai contar a história de um submarino que atravessou o Atlântico com mais de 3 toneladas de cocaína a bordo.
O submarino fez história.

A Amazon Prime Video anunciou esta quinta-feira, 24 de junho, a sua primeira série com co-produção luso-espanhola, “Operação Maré Negra”. O projeto será realizado pelo espanhol Daniel Calparsoro e tem co-realização do português João Maia (“Variações“, “Casos da Vida“). As rodagens terão início brevemente entre Espanha e Portugal pela mão das Ficción Producciones em colaboração com a portuguesa Ukbar Filmes. Terá também uma participação da RTP.

“Operação Maré Negra” é baseada numa história verídica: a operação policial homónima que intercetou o primeiro submarino da Europa dedicado ao tráfico de estupefacientes, com mais de três mil quilos de cocaína a bordo. A série leva-nos para novembro de 2019, quando o submergível atravessava o Oceano Atlântico. Dentro dele, três homens sobrevivem a tormentas, correntes, avarias, fome, discussões e a uma constante pressão policial.

Ao comando está Nando, um jovem galego, marinheiro e campeão de boxe amador sem recursos económicos, que se vê obrigado a procurar outros meios para ganhar a vida.

Daniel Calparsoro admite que o projeto o fascinou desde o início, destacando não só o facto daquela operação ser um marco da história policial, mas também “a história humana por detrás do desafio de atravessar o Oceano Atlântico num semi-submersível em fibra de vidro, sem espaço nem meios para enfrentar correntes, tentando escapar aos satélites e à polícia internacional”, que acaba por elevar a façanha aos grandes feitos de séculos passados.

Calparsoro conclui afirmando que “Operação Maré Negra” é “uma obra onde o passado e o futuro se unem, na forma de uma personagem, Nando, inspirada em acontecimentos e pessoas reais. Uma história de ação, tensão e sobretudo sobre os limites do ser humano”.

A nova série terá quatro episódios de 50 minutos, com Mamen Quintas e Julio Casal como produtores executivos. O argumento é de Patxi Amezcua e Natxo López.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT