NiTcom

A história do caso sexual de Bill Clinton inspirou a nova série da Fox Life

Monica Lewinsky é uma das envolvidas na produção de "American Crime Story: O Caso Monica Lewinsky”. Estreia a 9 de dezembro.
Beanie Felstein é Monica Lewinsky e Clive Owen interpreta Bill Clinton

Nos anos 90, a crise que assolou a Casa Branca, envolvendo Bill Clinton, transformou-se numa verdadeira novela internacional capaz de rivalizar com as maiores produções venezuelanas. No entanto, numa era pré #metoo, deixou o caso totalmente focado na relação entre o presidente dos EUA e uma estagiária na Casa Branca. Mais de 20 anos depois, a história inspirou uma série contada pela visão de três das mulheres envolvidas: Monica Lewinsky, Linda Tripp e Paula Jones. “American Crime Story: O Caso Monica Lewinsky” estreia na quinta-feira, 9 de dezembro, na Fox Life.

Monica Lewinsky é o nome mais conhecido de todos. A estagiária da Casa Branca tinha apenas 22 anos quando se envolveu com Clinton e 25 quando o presidente foi impugnado após as acusações de perjúrio e obstrução à justiça. Agora, está envolvida na produção desta série, onde a sua personagem é interpretada pela atriz Beanie Felstein.

Já Sarah Paulson (presença regular na série “American Horror Story”) será Linda Tripp, uma mulher que acabou por trabalhar com Lewinsky no Pentágono. Annaleigh Ashford completa o trio, interpretando Paula Jones. A história de Jones pode, ainda hoje, não ser tão conhecida — até porque o mediatismo se centrou sobretudo no caso do presidente com Lewinsky. Apesar de ser baseada em factos reais, é uma produção de ficção onde os produtores fizeram questão de destacar a importância de Paula Jones ter acusado Bill Clinton de assédio sexual quando ainda era governador. Com uma visão mais feminista e crítica perante este escândalo, também a reação e atuação dos media é escrutinada ao pormenor.

Depois da análise aos casos de OJ Simpson e do assassinato de Versace, a terceira temporada da saga de “American Crime Story” é baseada no livro de Toobin, “A Vast Conspiracy: The Real Story of the Sex Scandal That Nearly Brought Down a President”. A produção tem no comando Ryan Murphy e conta com outras caras conhecidas do público: Clive Owen (“Closer”) estará no excecional papel de Bill Clinton e Eddie Falco (“Os Sopranos”) será Hillary Clinton — outra das mulheres que se vê envolvida no meio desta crise e cuja vida é também escrutinada pelos meios de comunicação.

A série conta com outras personagens essenciais no desenrolar da história que se escreveu nos anos 90: o jornalista Matt Drudge será interpretado por Billy Eichner, Al Gore por Anthony Green e a conservadora analista dos media por Cobie Smulders (“Foi Assim que Aconteceu”).

Este artigo foi escrito em parceria com a Fox Life.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT